Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

FC PORTO QUER PEDRO PAULETA

Pedro Pauleta para o lugar de Hélder Postiga. É esta a ideia do FC Porto para compensar uma eventual saída do jovem avançado. Depois de uma excelente época, o avançado dos 'dragões' está referenciado por alguns dos maiores emblemas europeus e poderá abandonar as Antas no final da temporada.
23 de Maio de 2003 às 00:00
Desta forma, o goleador do Bordéus é o principal objectivo de José Mourinho e Pinto da Costa, e o CM sabe que já existiram alguns contactos com o goleador, tendo mesmo sido alcançado um pré-acordo.
O segundo melhor marcador da Liga francesa (21 golos) voltou ontem a abordar a hipótese de regressar a Portugal: "A partida de sábado frente ao Lille poderá ser a minha última pelo Bordéus. Tenho ainda mais um ano de contrato, mas tanto posso partir como poderei ficar", referiu, escusando-se a comentar o interesse dos portistas: "Só me referirei a esse assunto depois do jogo de sábado".
Sem querer confirmar a hipótese de regressar às Antas, e apesar de ter ainda um ano de contrato, a vontade do jogador será importante. O CM sabe que o avançado tem ainda outras propostas, nomeadamente de Inglaterra, mas o regresso a Portugal está a ser fortemente encarado por Pauleta, especialmente por causa da educação dos seus filhos.
O próprio clube francês também não deverá querer perder a oportunidade de ganhar algum dinheiro (5 milhões de euros) com esta transacção. Recorde-se que o Bordéus comprou o passe de Pauleta ao Corunha, por uma verba a rondar os dois milhões de contos, e caso não ceda os direitos do jogador no final da época poderá não lucrar nada.
Embora as finanças dos clubes portugueses não sejam as melhores, a conquista da Taça UEFA e a presença na próxima edição da Liga dos Campeões deverá render aos cofres portistas perto de 7 milhões de euros. À parte destas verbas, a possível transferência de Postiga, segundo o seu agente Rui Neno, poderá render ainda mais “vinte milhões de euros” à SAD ‘azul--e- branca’.
Jorge Gama, empresário de Pauleta, também comentou ontem as declarações do jogador: "Poderão ser um sinal para algum amor escondido fazer uma oferta concreta. O Pauleta já afirmou que gostava de jogar num grande em Portugal, se aparecer essa oportunidade, como amigo dele, acho que este era o momento".
Outro nome ontem referenciado pela imprensa foi o do brasileiro Leo Lima, mas o CM sabe que este nome não consta da ‘agenda’ de Mourinho.
“contas com ‘juve’”
Entretanto, na madrugada de ontem, Pinto da Costa, após a vitória na Taça UEFA, disse que preferia defrontar a Juventus na Supertaça Europeia. “Estou num dilema, porque eu, por simpatia, por relações de amizade com os responsáveis, esperava que o Milão ganhasse a Liga dos Campeões. Mas queria jogar com a Juventus, porque temos umas contas a ajustar”, explicou Pinto da Costa, aludindo à final da Taça das Taças perdida para os italianos em 1984.
RUI RIO ENVIOU TELEGRAMA
O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, felicitou ontem o FC Porto pela vitória na Taça UEFA, através de um telegrama enviado pelo autarca a Pinto da Costa, a que a agência Lusa teve acesso. "Quero felicitar o FC Porto pela brilhante conquista da Taça UEFA”, pode ler-se na mensagem, em que Rui Rio também agradece "em nome da Cidade, a enorme alegria que o clube proporcionou à grande maioria dos portuenses". Mais um episódio nas frias relações entre a autarquia e o clube. Recorde-se que no diferendo que opõe Rio a Pinto da Costa, uma sondagem publicada quarta-feira pelo CM mostra que a maioria dos portugueses dão razão aos argumentos do edil.
ATRASOS NOS VOOS CAUSA IRRITAÇÃO
A agência de viagens Cosmos é apontada como principal responsável pela falta de apoio aos adeptos portistas que ficaram longas horas retidos no Aeroporto de Sevilha. Com voo de regresso marcado para as 05h20, só pelas 15 horas de ontem o avião aterraria no Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Foram mais de dez horas de abandono, desconforto e até desespero. Situação cujas responsabilidades o secretário de Estado das Comunidades não hesita em endossar à Cosmos. “É lamentável que a própria agência de viagens que fretou o avião e que devia ter dado apoio e assistência aos passageiros não tenha pura e simplesmente aparecido”, observou José Cesário.
Segundo uma passageira, os adeptos foram obrigados a aguardar o embarque numa parte da aerogare que já não é utilizada para tal. “Não tinhamos água, nem comida, nem condições de higiene. Fomos tratados pior do que animais”, protestou Carla Monteiro.
De idêntico tratamento se podem queixar ‘VIP’ como Américo Amorim, Barbosa de Melo, Narciso Miranda, Nuno Cardoso, Ludgero Marques, Alcino Soutinho, Pedro Abrunhosa ou Manuel Serrão, que sofreram com a falta de um cattering de gare e padeceram até conseguirem um lugar numa das atrasadas aeronaves.
Na Cosmos ninguém estava disponível para prestar esclarecimentos sobre a anomalia.
Já o presidente da Air Luxor, Paulo Mirpuri, manifestou o seu desagrado pela falta de condições do aeroporto de Sevilha. "Trata-se de uma infra-estrutura incapaz de suportar o fluxo de tráfego aéreo que se registou. A Air Luxor teve cinco aviões imobilizados durante várias horas antes de poderem descolar para Lisboa".
Refira-se que o aeroporto de Sevilha registou nestes dias um tráfego aéreo intenso, tendo mesmo sido batido na terça-feira o recorde de aterragens naquela cidade espanhola.
Ver comentários