Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Hamburgo mais forte

Um único golo de Trochowski no início da segunda parte deixou a União de Leiria em dificuldades para passar a eliminatória de uma competição onde marcou presença na final no ano passado.
17 de Julho de 2005 às 00:00
O leiriense Kata em despique com Guy Demel: a equipa alemã confirmou favoritismo
O leiriense Kata em despique com Guy Demel: a equipa alemã confirmou favoritismo FOTO: Paulo Cunha (Lusa)
O Hamburgo cedo deu sinais de ser uma equipa mais experiente, ao contrário de um conjunto leiriense muito renovado com excepção do sector defensivo. Um facto esperado, atendendo à diferença de orçamentos dos dois clubes: 75 milhões de euros para os alemães contra apenas três milhões por parte do clube português!
Com a lesão do médio criativo de quem mais esperam os leirienses, Harison, José Gomes foi obrigado a fazer algumas adaptações no meio campo mas o entrosamento da equipa ainda não é o melhor, criando lances de algum perigo apenas através dos rasgos em velocidade de Maciel.
E foi mesmo Maciel a criar os dois primeiros lances de perigo: primeiro um remate para as mãos de Wächter (5’) e pouco depois chegou atrasado, por muito pouco, a um centro-remate de Cadu (6’).
A partir daí foram os alemães a controlar a partida, valendo-se essencialmente da técnica e velocidade de jogadores como Beinlich, Van der Vaart e Emile Mpenza.
O avançado belga foi o mais perdulário na primeira parte, desperdiçando duas ocasiões flagrantes de golo: na primeira acertou no poste da baliza de Costinha (16’) e à meia hora de jogo, isolado, errou o alvo. Antes do intervalo, nova bola no poste leiriense por intermédio de Van der Vaart. No segundo tempo, José Gomes fez entrar Paulo César (ex-Rio Ave) para o lugar do também estreante Cadu (exibição pobre) mas a União iria sofrer o único golo da partida pouco depois.
Trochowski ganha vários ressaltos à entrada da área e, sozinho frente a Costinha, não desperdiçou (57’).
O técnico da casa arriscou tudo, fazendo entrar mais dois avançados – Ferreira e Lourenço – e foi nessa altura que conseguiu criar alguns embaraços na área alemã, quase sempre com Maciel como interveniente, embora sem efeitos práticos. Uma derrota que deixa a União de Leiria para passar a eliminatória, agora que terá que jogar no terreno do adversário.
Nota ainda para a titularidade do capitão João Paulo que, ao jogar numa competição europeia, ficou desde já impossibilitado de jogar na Taça UEFA, caso o Sporting insista na sua contratação.
"ACREDITO QUE AINDA PODEMOS SURPREENDER"
José Gomes, treinador da União de Leiria, não estava de todo insatisfeito com a produção dos seus jogadores. Entre alguns elogios à sua equipa, o antigo técnico do Leixões revelou ainda acreditar na passagem à próxima fase da Taça Intertoto.
“Estivemos muito organizados defensivamente mas achei também que fomos lentos nas transições defesa-ataque, não aproveitámos a velocidade dos nossos avançados. Mesmo assim eles só conseguiram criar mais uma oportunidade de golo do que nós, eles tiveram três, nós tivemos duas. No entanto, ainda acredito que vamos lá surpreendê-los, porque acho que eles lá vão querer vencer o jogo perante os seus adeptos para fazerem uma festa, não vão fechar-se na defesa e podemos aproveitar esses espaços para ganhar”, revelou.
Já o treinador dos visitantes, Thomas Doll, referiu que o Hamburgo foi um justo vencedor. “Ganhámos bem. Tivemos mais ocasiões de golo, pelo que não há qualquer dúvida sobre a justeza do resultado. Trabalhámos muito na pré-temporada e agora já deu para ver algum do esforço que despendemos. Contudo, não posso deixar de dar os parabéns à U. Leiria pelo jogo que fez, com menos tempo de preparação. Apanhámos pela frente uma equipa jovem, mas muito audaz e corajosa.”
FICHA DE JOGO
Local: Estádio: Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria
Espectadores: 2000
Árbitro: Grzegorz Gilewski (Polónia)
U. Leiria: Costinha, Laranjeiro, João Paulo, Renato, Alhandra, Kata, Néné, Paulo Gomes, Ferreira (59’), Fábio Felício, Lourenço (75’), Cadu, Paulo César (49’), Maciel. Treinador: José Gomes.
Hamburgo: Wächter, Klingbeil, Van Buyten, Boulahrouz, Atouba, Schmidt (62’), Guy Demel, Beinlich, Trochowski, Van der Vaart, Barbarez, Takahara (62’), Emile Mpenza, Lauth (76’). Treinador: Thomas Doll.
Golos: 0-1, Trochowski (57’).
Acção Disciplinar: Amarelos: Guy Demel (34’), Boulahrouz (75’), João Paulo (83’).
Ver comentários