Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

João Almeida: "Última semana será decisiva"

Atleta ficou em 2º lugar - só foi batido por Diego Ulissi.
Octávio Lopes 17 de Outubro de 2020 às 09:36
João Almeida ficou em 2º lugar - só foi batido por Diego Ulissi
João Almeida ficou em 2º lugar - só foi batido por Diego Ulissi
João Almeida ficou em 2º lugar - só foi batido por Diego Ulissi
"Mantenho a camisola-rosa a cada dia que passa e talvez comecem a pensar que a posso manter até final. A última semana será decisiva”, disse ontem João Almeida, após ter ficado em 2º lugar na 13ª etapa da Volta a Itália - só foi batido no sprint pelo italiano Diego Ulissi (UAE) -, em que contou com o apoio dos pais na estrada.

“Estou um pouco dececionado. Tinha uma vontade enorme de vencer a etapa. Estive perto, mas não o suficiente”, acrescentou o ciclista português da Deceuninck-Quick-Step, que teve uma bonificação de 6 segundos e aumentou a vantagem na liderança da prova para os seus mais diretos perseguidores: Wilco Kelderman (Sunweb) está agora a 40s, Pello Bilbao (Bahrain) a 49s e Domenico Pozzovivo (NTT) a 1m03s.

Sobre o ‘crono’ de hoje (34,1 km), em que é apontado como um dos favoritos, afirmou: “Nunca fiz um contrarrelógio tão longo. Se estiver num dia bom, talvez até aumente a vantagem. É o 11º dia com esta camisola e será muito especial começar com a rosa. Estou entusiasmado.”

Já Rúben Guerreiro (Education First) ficou em 14º na etapa (Cervia-Monselice, 192 km), venceu uma das duas contagens de montanha (4ª categoria) e reforçou o 1º lugar na categoria. Na geral subiu de 29º para o 26º lugar, a 34m e 16s de Almeida.
João Almeida Diego Ulissi UAE desporto ciclismo
Ver comentários