Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Jorge Jesus admite adiar jogos devido à pandemia

Técnico do Benfica diz que a qualidade do futebol diminuiu com a falta de público.
Filipe António Ferreira 26 de Novembro de 2020 às 09:33
Jorge Jesus
Jorge Jesus FOTO: Lusa
"A pandemia é uma realidade no mundo, nuns países mais do que outros. Para já, temos três [infetados], o que, para nós, é muito. Se podemos adiar? Sim, se for permitido, podemos pôr a ideia em cima da mesa”, disse esta quarta-feira Jorge Jesus, técnico do Benfica, que se debate com três ausências devido à Covid-19 (Darwin, Taarabt e Weigl).

Ainda sobre a pandemia, o técnico, na antevisão do jogo desta quinta-feira com o Rangers, para a Liga Europa, voltou a frisar que não existe “vantagem nenhuma jogar sem adeptos”. “Todos os jogadores querem jogar com adeptos. Acho que a qualidade do futebol piorou em todo o mundo”, salientou.

Jesus admite que a equipa vai ter mais dificuldades diante os escoceses do que no jogo na Luz (3-3): “Tenho a certeza que vamos ser apertados. Há três anos que trabalham uma ideia de jogo agressiva, que não é fácil defensivamente de parar e por isso é que já marcaram mais de 30 golos em casa”.

Face às ausências, Jorge Jesus não tem dúvidas quanto à equipa que vai escolher. “Queria que fosse difícil saber o onze, mas não tenho dúvidas”, destacou, desvalorizando que a equipa encarnada esteja pressionada a vencer depois dos últimos resultados.

Jesus falou ainda sobre a adaptação de Gabriel a trinco. “Tem características para ser um médio-defensivo de muita qualidade, é rápido, quando a equipa precisa de velocidade na defesa, tem agressividade sobre o portador da bola e pode ser um primeiro médio, mais do que um segundo. Defensivamente ainda não está ‘au point’”.

Contratação de Lucas está a ser tratada
"O Benfica está interessado em concretizar a contratação de Lucas Veríssimo, mais do que isto eu não sei. São coisas da responsabilidade do presidente. Mas não tenho dúvidas nenhumas de que é um jogador de nível", disse Jesus sobre o facto de Vieira estar no Brasil a tratar da contratação do central do Santos. Sobre a possibilidade de voltar a treinar William Carvalho (Bétis) o técnico foi evasivo: "Não sou eu que tenho de falar disso".

Carvalhal quer que a equipa tenha aprendido com os erros
"Não espero um jogo diferente, vai ter as mesmas características, mas espero que possamos ter aprendido com os erros [derrota 0-4 em Leicester] e potenciar as coisas que fizemos bem lá. Já analisámos o jogo profundamente e creio que vamos dar uma resposta boa, porque vamos estar mais bem preparados", disse esta quarta-feira Carlos Carvalhal, técnico do Sp. Braga, na antevisão do jogo desta quinta-feira como Leicester para a Liga Europa. Para o treinador dos minhotos o desafio é "atingir os nove pontos" na competição. "Seria algo de espetacular em quatro jogos", reconheceu Carlos Carvalhal, que está apostado em "deixar uma marca". David Carmo, castigado, Rui Fonte, Gaitán e Moura, lesionados, ficam de fora.
Ver comentários