Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Jorge Jesus: “Não sei quando voltamos a liderar”

Técnico do Benfica quer melhorar o nível exibicional dos encarnados e chegar à liderança da Liga o mais rápido possível.
João Moniz 3 de Janeiro de 2021 às 09:40
Técnico do Benfica quer melhorar o nível exibicional dos encarnados e chegar à liderança da Liga o mais rápido possível.
Técnico do Benfica quer melhorar o nível exibicional dos encarnados e chegar à liderança da Liga o mais rápido possível. FOTO: Direitos reservados
"O Benfica joga sempre na perspetiva de ganhar e este jogo não vai ser contra aquilo que é o nosso pensamento. A nossa ideia é continuar a caminhada para recuperar o primeiro lugar. É o nosso grande objetivo. Não sei quando voltamos a liderar, mas queremos recuperar o mais possível na classificação”, esclareceu este sábado Jorge Jesus, na antevisão à deslocação a São Miguel, onde o Benfica joga este domingo (17h00) com o Santa Clara.

“Nenhuma equipa do Mundo consegue ser constante durante 90 minutos”, avisou o treinador encarnado, que deixa clara a sua prioridade: “O que queremos é continuar a ganhar jogos, alguns com sofrimento. Há jogos que não dá para vencer doutra forma. Há muita competitividade no futebol português. Queremos melhorar as intenções e ideias de jogo. Os jogos são de três em três dias e quase não treinas. Acreditamos que temos capacidade para crescer e, jogo a jogo, ficar mais próximo das minhas ideias.”

Nos Açores, o regresso de Pizzi, o primeiro jogador a recuperar do surto que está a afetar as águias (ver notícia ao lado), será uma ajuda importante para a tal caminhada. “É um jogador crucial da equipa. Por aquilo que tem representado este ano e por por aquilo que tem representado no futuro antes de eu chegar. No mercado não há nada que seja seguro. Conto com o Pizzi a 100 por cento”, garantiu Jesus.

O técnico falou ainda da importância do público para a equipa: “O futebol mudou, não há adeptos nas bancadas. Aquela força extra, e principalmente no Benfica, os adeptos, tem uma influência muito grande junto da equipa para ajudar a ganhar – obriga a estarmos cada vez mais intensos e apaixonados. Queremos que os adeptos regressem rapidamente ao Estádio da Luz.”

E a reação dos adeptos, hoje, seria boa? “Se me iam aplaudir de pé, não sei. Os resultados influenciam. Se não ganhares, a forma de estar dos adeptos é diferente. Tudo isto está relacionado. Não tenho uma resposta objetiva”, admitiu Jesus.

“falei com conceição no dia de natal”
“Sérgio Conceição não falou comigo depois do jogo da Supertaça. Falámos no dia de Natal, desejámos bom Natal um ao outro, mas não falámos sobre o jogo ou sobre o futuro”, garantiu este sábado Jorge Jesus, depois de o treinador do FC Porto ter dito numa entrevista que ele estava mais “apático”.
Santa Clara Jorge Jesus Benfica Pizzi São Miguel Sérgio Conceição desporto futebol
Ver comentários