Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Jorge Mendes nega fraude

Agente garante não ter ligação com empresa britânica.
Carolina Neto 30 de Junho de 2017 às 09:56
Jorge Mendes é arguido num caso relacionado com fraude fiscal em Espanha
Jorge Mendes
Empresário Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes é arguido num caso relacionado com fraude fiscal em Espanha
Jorge Mendes
Empresário Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes é arguido num caso relacionado com fraude fiscal em Espanha
Jorge Mendes
Empresário Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes
Jorge Mendes garantiu não ter participação direta ou indireta na empresa britânica Multisports Image Management Limited (MIM), ligada à alegada fuga ao Fisco do colombiano Radamel Falcão.

A Gestifute, empresa do superagente, garante serem totalmente falsas as informações que vinculam o empresário à MIM, em consequência de uma má interpretação das declarações do português em tribunal sobre o caso Falcão.

Este desmentido, feito por comunicado, surgiu depois de a juíza do processo ter dito no julgamento que Andy Queen, dono da Multisports Image Management Limited, era funcionário da Gestifute. Mendes rapidamente negou essa informação, garantindo que o inglês tem apenas "poder notarial" e nenhuma "relação contratual" com a Gestifute nem a Polaris.

Na terça-feira, Jorge Mendes, que representa Cristiano Ronaldo, foi ouvido no Tribunal de Instrução de Pozuelo de Alarcón, Espanha, no âmbito de um processo de fraude fiscal ao futebolista colombiano Radamel Falcão.

Também Cristiano Ronaldo e José Mourinho podem vir a ser julgados igualmente por alegada fraude fiscal.
Ver comentários