Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jovane em risco na ‘Final’ entre Sporting e LASK

Avançado saiu lesionado na perna direita no jogo com o P. Ferreira e esta quarta-feira não treinou.
Mário Figueiredo 1 de Outubro de 2020 às 08:15
Jovane Cabral
Varandas esteve sob pressão na AG
Augusto Gama , adjunto do Rio Ave
Jovane Cabral
Varandas esteve sob pressão na AG
Augusto Gama , adjunto do Rio Ave
Jovane Cabral
Varandas esteve sob pressão na AG
Augusto Gama , adjunto do Rio Ave
Jovane Cabral falhou o treino desta quarta-feira e dificilmente será opção para o jogo desta quinta-feira (20h00, SportTV1) do Sporting com o LASK Linz, referente ao play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa, que será disputado apenas numa mão.

O avançado leonino saiu com queixas musculares na perna direita no jogo com o P. Ferreira (2-0), depois de ter apontado o primeiro golo da equipa. Apesar de ter feito tratamento e exames médicos complementares, tudo aponta para que Rúben Amorim não vá arriscar a sua utilização. O atleta poderia, até, agravar a lesão e obrigar a uma paragem mais longa.

Além disso, o técnico pode optar pela frente de ataque com Tiago Tomás na direita, Vieto à esquerda e Sporar. Apesar da equipa perder mobilidade na frente, ganharia presença na área adversária, impedindo que os defesas austríacos subam muito no terreno.

Rúben Amorim vai regressar ao banco de suplentes, já recuperado da Covid-19. Mas como é hábito, foi o adjunto Emanuel Ferro a fazer a antevisão do jogo, sem confirmar a ausência de Jovane: “Não vou poder adiantar nomes em relação à convocatória. O que posso dizer é que a gestão dos jogadores é feita ao detalhe, tendo em conta que temos tido muitos jogos”.

O LASK Linz foi adversário dos leões no ano passado na fase de grupos (os leões venceram 2-1 em Alvalade e perderam 3-0 na Áustria), mas o adjunto diz que são jogos “incomparáveis”.

Ferro realçou o facto de as duas equipas terem um objetivo “muito forte” que é o apuramento para a fase de grupos, mas manifestou o querer dos leões em “dominar o jogo”.

Já o avançado Nuno Santos, que já recuperou da Covid-19, foi o espelho da vontade dos jogadores leoninos: “ Vamos entrar com vontade de vencer, numa competição em que todos os jogos são complicados. Vai ser um jogo intenso. Temos de ter paciência como tivemos nos últimos jogos, com o Aberdeen e P. Ferreira. Assim, vamos vencer a partida”.

Apesar da provável baixa de Jovane, Rúben Amorim já poderá utilizar Pedro Gonçalves, que integrou ontem os treinos. Os elementos que estiveram em quarentena cumpriram um plano de treino para manter a forma.

Varandas contestado em ag da sad que durou 10 horas
Frederico Varandas voltou a ser muito contestado na AG da SAD, que durou 10 horas, mas que acabou por aprovar o Relatório e Contas de 2019/20 assim como a política de remuneração dos administradores, que abdicaram de aumentos. Houve um pedido de destituição que acabou por não ser votado. Varandas assumiu erros nas contratações e foi questionado por ter adiado os pagamentos à Gestifute e de Tabata para 2022, altura em que termina o mandato.

Rúben Amorim encosta Ristovski
Ristovski está a treinar à parte, depois de ter demonstrado falta de empenho num dos treinos. O macedónio já está à procura de clube.

“Derrotar uma equipa como o AC Milan seria um feito histórico na vida do clube e para todos os jogadores”. Foi desta forma que o treinador adjunto Augusto Gama abordou a partida de hoje (20h00, SportTV2) do Rio Ave, referente ao play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

"Derrotar uma equipa como o AC Milan seria histórico"
Com o treinador Mário Silva impossibilitado de fazer a antevisão do jogo por não ter habilitações exigidas pela UEFA, Augusto Gama foi o porta-voz do grupo e mostrou-se confiante no apuramento, apesar da tarefa titânica que os vila-condenses terão pela frente. “Já chegámos uma vez à fase de grupos e gostávamos de lá voltar” .

Motivada pelo triunfo sobre o Besiktas (1-1, 4-2 nas grandes penalidades), a formação vila-condense está pronta para a luta: “O AC Milan tem um palmarés muito grande no futebol europeu, mas nenhuma equipa nos assusta e sabemos que temos valor. Vai criar-nos bastantes dificuldades, mas estamos preparados para elas”.
Linz Jovane Cabral Augusto Gama Final Ferreira Sporting AC Milan LASK Liga Europa Emanuel Ferro
Ver comentários