Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Leões voltam a sorrir

Leões voltam às vitórias na Liga com um triunfo sobre o Vizela, conseguido com golos de Pote e Daniel Bragança.
Mário Figueiredo 17 de Janeiro de 2022 às 01:30
Vizela - Sporting
Vizela - Sporting FOTO: DR
O Sporting reencontrou-se este domingo com as vitórias no campeonato ao derrotar o Vizela, por 2-0, numa primeira parte de luxo da equipa de Rúben Amorim.

O treinador leonino surpreendeu ao deixar Matheus Nunes no banco, mas a opção por Daniel Bragança revelou-se acertada.

O Vizela mostrou cedo que não pretendia prestar vassalagem ao campeão. Mostrou-se organizado, com boa circulação de bola e contundente. Aliás, Adán foi obrigado a fazer uma excelente defesa para evitar um golo de Cann (7’).

Os leões acertaram o passo e aos poucos foram encostando os vizelenses às cordas. A defesa estava firme sob o comando de Coates, o meio-campo era regido por Palhinha e o trio ofensivo composto por Pote, Paulinho e Sarabia dava trabalho ao último reduto dos anfitriões.

Depois de duas tentativas de longa distância (Sarabia e Bragança falharam o alvo), chegou o golo que lançou o Sporting na rota das vitórias. Paulinho recuperou uma bola, deu para Pote que fez uma tabelinha com Sarabia e rematou para o 1-0. Um bonito golo que teve o mérito de afastar os ‘fantasmas’ que podiam existir após a primeira derrota na Liga frente ao Santa Clara (3-2) na jornada anterior.

E este golo motivou ainda mais a equipa de Amorim. Paulinho, isolado por Sarabia, obrigou o guarda-redes Pedro Silva a aplicar-se a fundo para travar a bola.

O Vizela esforçava-se para reagir, mas foi o Sporting que chegou ao 2-0. Um golo de Daniel Bragança, que acabou por justificar a opção do técnico em dar-lhe a titularidade.

Na segunda metade, Pote voltou a causar problemas, mas desta vez não ‘enganou’ o guarda-redes. O Sporting era claramente a equipa mais perigosa, mas Alex Méndez, Kiko Bondoso e Guzzo também visaram, sem êxito, a baliza de Adán.

Esgaio ainda desperdiçou um golo fácil. Os leões privilegiaram então a troca de bola e a gestão do resultado a pensar na próxima batalha, já no sábado, frente ao Sp. Braga, em Alvalade, para o campeonato.

Adán Sporting Vizela Santa Clara Daniel Bragança Rúben Amorim Palhinha futebol desporto
Ver comentários