Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Luís Castro 'imita' Paulo Fonseca e é campeão no Shakhtar Donetsk

Aos 58 anos, o técnico português conquistou o segundo título da sua carreira.
Lusa 20 de Junho de 2020 às 19:46
Luís Castro, Shakhtar Donetsk
Luís Castro
Luís Castro, Shakhtar Donetsk
Luís Castro
Luís Castro, Shakhtar Donetsk
Luís Castro
O português Luís Castro levou hoje o Shakhtar Donetsk ao seu 13.º título ucraniano de futebol, quarto consecutivo, dando continuidade ao trabalho do seu compatriota Paulo Fonseca, responsável pelos últimos três campeonatos dos 'Hirnyky' (mineiros).

Com o triunfo caseiro sobre o Oleksandriya, por 3-2, o emblema de Donetsk, que está obrigado a jogar em Kiev devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia na zona da Crimeia, já não pode ser alcançado pelo Dínamo Kiev, seu principal rival, e tem 'autorização' para festejar o título.

Aos 58 anos, o técnico português conquistou o segundo título da sua carreira, depois de ter levado o FC Porto B à vitória na II Liga, em 2015/16.

Castro deu continuidade ao trabalho de Paulo Fonseca, responsável pelos últimos três títulos do Shakhtar Donetsk, naquela que foi a segunda vez que sucedeu agora treinador da Roma.

Na primeira vez, em 2014, o cenário foi diferente, com Castro a substituir no Fonseca no FC Porto, mas por ter sido demitido do cargo.

Na Europa, os treinadores portugueses já ganharam em 12 países diferentes, além, obviamente, de Portugal, com destaque para os sucessos em quatro dos cinco principais campeonatos do 'velho continente', sendo exceção a Alemanha.

Para este currículo, o maior responsável é José Mourinho, que foi o único a ganhar em Espanha, pelo Real Madrid, em 2011/12, em Inglaterra, onde foi tricampeão pelo Chelsea (2004/05, 2005/06 e 2014/15), e em Itália, num 'bis' pelo Inter (2008/09 e 2009/10).

'Mou', de regresso ao ativo no Tottenham, nunca esteve na Alemanha ou em França, país onde triunfaram Artur Jorge, pelo Paris Saint-Germain, em 1993/94 e 1994/95, e, mais recentemente, em 2016/17, Leonardo Jardim, ao serviço do Mónaco.

Nos restantes países da Europa, os portugueses ganharam ainda na Bulgária, Chipre, Israel, Roménia, Rússia, Suíça e ainda na Grécia, onde quatro técnicos (Leonardo Jardim, Vítor Pereira, Marco Silva e Paulo Bento) tiveram sucesso pelo Olympiacos, lista essa que brevemente deverá também incluir Pedro Martins.

Na América do Sul, Jesus, ao serviço do Flamengo, em 2019, tornou-se no primeiro português a levantar a Taça Libertadores e também a vencer o Brasileirão.

Guilherme Farinha, atualmente com 64 anos, venceu dois títulos na Costa Rica, ao serviço do Alajuelense, em 1999/00 e 2000/01, enquanto Pedro Caixinha se sagrou campeão mexicano em 2014/15, ao comando do Santos Laguna.

Os técnicos lusos não têm grande historial na América, ao contrário do que acontece na Europa, em África e na Ásia, já que, na Oceânia, não há registo de triunfos.

Em África, há registos de títulos em cinco países, numa lista de vencedores em que se destacam os seis cetros egípcios de Manuel José, no Al-Ahly, e os cinco de Bernardino Pedroto em Angola, três pelo ASA e dois pelo Petro Luanda.

Os técnicos lusos já arrebataram, igualmente, Moçambique, nomeadamente Rui Caçador, que, em 1988, tem o primeiro registo vitorioso de um técnico luso num campeonato estrangeiro, ao comando do Mexaquene. Também há vitórias em Marrocos e Tunísia.

Na Ásia, há nove países com 'bandeiras' lusas, na Arábia Saudita, China, Coreia do Sul (José Morais e Nelo Vingada), Líbia, Malásia, Qatar, Vietname e até em Macau e nas Maldivas, onde Bernardo Tavares se impôs pelo Benfica local e o New Radiant, respetivamente.

- Lista dos treinadores com vitórias em campeonatos estrangeiros de futebol:

País Treinador Clube Época

Europa

Espanha José Mourinho Real Madrid 2011/12

França Artur Jorge Paris Saint-Germain 1993/94, 1994/95

Leonardo Jardim Mónaco 2016/17

Inglaterra José Mourinho Chelsea 2004/05, 2005/06, 2014/15

Itália José Mourinho Inter de Milão 2008/09, 2009/10

Bulgária Bruno Ribeiro Ludogorets 2015/16

Chipre Paulo Sérgio APOEL Nicósia 2013/14

Domingos Paciência APOEL Nicósia 2015/16

Grécia Leonardo Jardim Olympiacos 2012/13

Vítor Pereira Olympiacos 2014/15

Marco Silva Olympiacos 2015/16

Paulo Bento Olympiacos 2016/17

Israel Paulo Sousa Maccabi Telavive 2013/14

Roménia Toni Conceição Cluj 2009/10, 2018/19

Jorge Costa Cluj 2011/12

Rússia André Villas-Boas Zenit 2014/15

Suíça Paulo Sousa Basileia 2014/15

Ucrânia Paulo Fonseca Shakhtar Donetsk 2016/17, 2017/18, 2018/19

Luís Castro Shakhtar Donetsk 2019/20

África

Angola Bernardino Pedroto ASA 2002, 2003, 2004

Petro Luanda 2008, 2009

Álvaro Magalhães Interclube 2010

Egito Nelo Vingada Zamalek 2003/04

Al-Ahly 2008/09

Manuel José Al-Ahly 2004/05, 2005/06, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2011/11

Jaime Pacheco Zamalek 2014/15

Jesualdo Ferreira Zamalek 2014/15

José Peseiro Al-Ahly 2015/16

Marrocos Fernando Cabrita Raja Casablanca 1988

Moçambique Rui Caçador Maxaquene 1985, 1986

José Castro Desportivo Maputo 1988

Litos Desportivo Maputo 2013, 2014

Vítor Pontes Ferroviário Maputo 2015

Tunísia José Morais Espérance Tunis 2008/09

América do Norte, Central e Caraíbas

Costa Rica Guilherme Farinha Alajuelense 1999/00, 2000/01

México Pedro Caixinha Santos Laguna 2014/15

América do Sul

Brasil Jorge Jesus Flamengo 2019

Ásia

Arábia Saudita Artur Jorge Al-Hilal 2001/02

Rui Vitória Al Nassr 2018/19

China Vítor Pereira Shhanghai SIPG 2018

Coreia do Sul Nelo Vingada FC Seoul 2010

José Morais Jeonbuk 2019

Líbia José Rachão Al Ittihad Tripoli 2008/09

Macau Bernardo Tavares Benfica Macau 2017/18

Malásia Ulisses Morais Johor 2017, 2018

Maldivas Bernardo Tavares New Radiant 2017

Qatar Jesualdo Ferreira Al-Sadd 2019

Vietname Henrique Calisto Long An 2005, 2006

Luís Castro Shakhtar Donetsk José Morais Espérance Tunis Donetsk Paulo Fonseca futebol desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)