Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Pinto da Costa suspenso por 90 dias

Líder dos azuis-e-brancos foi ainda multado em 11 480 euros.
Mário Figueiredo 10 de Julho de 2019 às 08:56
Pinto da Costa
Pinto da Costa
Pinto da Costa (FC Porto)
Pinto da Costa
Pinto da Costa
Pinto da Costa (FC Porto)
Pinto da Costa
Pinto da Costa
Pinto da Costa (FC Porto)
Pinto da Costa foi suspenso por 90 dias e multado em 11 480 euros pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol na sequência de duras críticas que fez aos árbitros dos jogos Feirense-Benfica (1-4), Sp.Braga-Benfica (1-4) e Rio Ave-Benfica (2-3), da época passada.

O castigo surge após denúncias feitas pelo Conselho de Arbitragem da FPF e pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol Profissional sobre um texto que o líder portista escreveu no editorial da revista Dragões de maio, no qual atacou os árbitros João Pinheiro e Bruno Paixão, e em posteriores declarações.


Na partida de Santa Maria da Feira, o Feirense esteve a ganhar por 1-0 ao Benfica e chegou ao 2-0 num lance que acabou por ser anulado num fora-de-jogo polémico.

"Parece que é mais fácil para o FC Porto ter êxito nas competições europeias, frente a rivais mais difíceis, do que em Portugal, onde muitas vezes os adversários vestem de preto, andam com um apito na boca ou estão sentados em frente a ecrãs de televisão. Triste o País onde abundam as paixões vermelhas e os pinheiros pouco iluminados, sempre disponíveis para subverter a classificação da Liga, como agora o fizeram, demonstrando que o crime compensa e que não há camião de coação que não continue a dar resultados", escreveu Pinto da Costa.

Mais tarde, numa entrevista, afirmou: "São três jogos [Feirense, Braga e Rio Ave] em que ainda gostava de saber quem foi buscar os padres à sacristia".

O dirigente já considerou o castigo "injusto" e anunciou que vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto.
Ver comentários