Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Português João Almeida reforça liderança na volta a Itália

"Às vezes, a melhor defesa é o ataque", disse o ciclista, de 22 anos.
Octávio Lopes 21 de Outubro de 2020 às 08:34
João Almeida
João Almeida FOTO: direitos reservados
João Almeida manteve esta terça-feira a camisola rosa na Volta a Itália e, na última subida do dia, coincidente com a linha de chegada, conseguiu mesmo ganhar tempo aos seus mais diretos rivais: Wilko Kelderman (Sunweb) está agora a 17 segundos e Jay Hindley (Sunweb) a 2m58s.

“Às vezes,a melhor defesa é o ataque”, disse João Almeida no final da etapa 16 do Giro (Udine-San Daniele del Friuli, 229 km) - em que ficou em 28º -, ganha pelo esloveno Jan Tranik (Bharain), que chegou isolado à meta.

A tirada foi controlada pela equipa do já conhecido como ‘Pantera Rosa’, a Deceunink-Quick Step. Permitiu uma fuga de vários ciclistas - entre os quais Ruben Guerreiro (Education First), 26º na etapa e 38º na geral -, que acabaria por ter êxito. Na parte final, Almeida atacou, destacou-se da concorrência e ganhou-lhe dois segundos. “Não acho que esses segundos façam a diferença. Defensivamente, foi a melhor opção. Costumo ser bom nestes finais explosivos, tinha boas pernas e senti-me bem”, acrescentou o ciclista, de 22 anos, natural de A-dos-Francos.

Hoje realiza-se 17ª etapa, Bassano del Grappa-Madonna di Campiglio (203 km), com três contagens de montanha de 1ª categoria, a última delas a coincidir com a meta a mais de 1500 metros de altitude.

“Vamos ver quão longe posso ir. Estou confiante e a esperar o melhor, mas preparado para o pior”, afirmou João Almeida, não escondendo que vai estar bastante atento a tudo o que fizer o segundo classificado. “Estou preocupado com Kelderman, porque para os outros tenho uma boa margem”, frisou.

Sunweb João Almeida Itália Jay Hindley Wilko Kelderman desporto ciclismo
Ver comentários