Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

'Rei dos Frangos' informa Benfica que continua a tentar acordo com investidor John Textor

José António dos Santos detém, neste momento, pouco mais de 16% da SAD das águias.
Record 13 de Janeiro de 2022 às 20:24
José António dos Santos informou o Benfica que continua a procurar um acordo com John Textor com vista à venda dos 16,32% que detém da SAD encarnada, revelaram as águias num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
Inicialmente, refira-se, existiu um entendimento entre o 'Rei dos Frangos' e o norte-americano para a venda de 25% da SAD. Porém, face ao fim do acordo entre o empresário do ramo agro-alimentar e outros dois acionistas da SAD, a Quinta de Jugais e José Guilherme - um acordo que permitiria a José António dos Santos reforçar a sua posição acionista e posteriormente vendê-la a Textor -, a percentagem detida por José António dos Santos fica nos 16%. "O ora declarante e John C. Textor mantém interesse na conclusão do negócio que respeita à transmissão de um total de 3.680.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 16% do capital social da Benfica SAD, pelo que, com reporte à presente data, mantém negociações em vista a alcançarem um acordo nesse sentido", pode ler-se no comunicado.

Recorde-se que ontem, numa entrevista à BTV, Rui Costa admitiu que tem mantido conversas com John Textor, o empresário norte-americano que pretende investir na SAD: "Temos tido conversas com Textor. Ainda esta semana os dois vice-presidentes com esse dossiê tiveram mais uma reunião, temos tentado ver se é oportuno ou não. Não fazemos nada de forma leviana. Estamos a analisar até onde Textor possa ser oportuno para o Benfica. Enquanto eu aqui estiver o Benfica será dos benfiquistas e não perderá a maioria do capital da SAD!"

Comunicado do Benfica


A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD ("Benfica SAD") vem por este meio, nos termos e para efeitos do disposto
no artigo 17.º do Código dos Valores Mobiliários, informar que recebeu no dia 11 de janeiro de 2022, o seguinte
comunicado do acionista José António dos Santos:

"José António dos Santos, casado, natural de Miragaia, concelho da Lourinhã, portador do Bilhete de Identidade
número 1071712 9, emitido em 14/03/2003, pelos Serviços de Identificação Civil da Direção Geral dos Registos
e do Notariado, com validade vitalícia, titular do número de identificação fiscal 110068920 e com domicílio
profissional no Edifício Avibom, Vila Facaia, 2565-642 Ramalhal informa, nos termos e para os efeitos do disposto
nos artigos 16.º e 20.º do Código dos Valores Mobiliários e do artigo 2.º do Regulamento da CMVM n.º 5/2008
que:

1. Na presente data mantém na sua titularidade direta um total de 3.143.942 ações ordinárias, escriturais e
nominativas, representativas de cerca de 13,67 % do capital social da sociedade Sport Lisboa e Benfica –
Futebol SAD ("Benfica SAD"), e que correspondem a igual percentagem dos direitos de voto na referida
sociedade aberta;

2. A sociedade Grupo Valouro - SGPS S.A. (com o número de identificação de pessoa coletiva 502500280,
sede em Casais do Araújo, união das freguesias de Miragaia e Marteleira, concelho de Lourinhã, e o capital
social de € 100.000.000), da qual é acionista (detendo, direta e indiretamente, 23,335% do respetivo capital
social) e onde desempenha funções na qualidade de Presidente do Conselho de Administração, mantém a
titularidade de 450.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 1,9565 %, do capital
social da Benfica SAD, que correspondem a igual percentagem dos direitos de voto na referida sociedade
aberta;

3. A sociedade Avibom - Avícola S.A. (com o número de identificação de pessoa colectiva 503742732, sede
em Casais do Araújo, união das freguesias de Miragaia e Marteleira, concelho de Lourinhã, e o capital
social de € 4.500.000), da qual é única acionista a sociedade Grupo Valouro - SGPS S.A., mantém a
titularidade de 172.166 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 0,7485 % do capital
social da Benfica SAD, que correspondem a igual percentagem dos direitos de voto na referida sociedade
aberta;

4. A sociedade Rações Valouro S.A. (com o número de identificação de pessoa coletiva 500658021, sede em
Casais do Araújo, união das freguesias de Miragaia e Marteleira, concelho de Lourinhã, e o capital social
de € 9.330.170), da qual é acionista maioritária a sociedade Grupo Valouro - SGPS S.A., mantém a
titularidade de 470 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 0,002 % do capital social
da Benfica SAD, que correspondem a igual percentagem dos direitos de voto na referida sociedade aberta;

5. A 26/04/2021, o declarante celebrou com a sociedade Quinta de Jugais – Comércio de Produtos
Alimentares Lda. um contrato promessa de compra e venda de 460.926 ações ordinárias, escriturais e
nominativas, representativas de cerca de 2,00 % do capital social da Benfica SAD, condicionada à
concretização da operação de compra das ações necessárias que perfaçam um lote de ações
correspondente a 25% do capital social desta sociedade, para posterior venda a entidade terceira.
Entretanto, as partes deste contrato manifestaram reciprocamente a vontade da sua resolução amigável,
pelo que o mesmo deixou de produzir efeitos.

6. A 28/04/2021, o declarante celebrou com José da Conceição Guilherme um contrato promessa de compra
e venda de 856.900 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de cerca de 3,73 % do
capital social da Benfica SAD, condicionada à concretização da operação de compra das ações necessárias
que perfaçam um lote de ações correspondente a 25% do capital social desta sociedade, para posterior
venda a entidade terceira. O contrato promessa em causa caducou, sem que tivesse sido celebrado
qualquer acordo de transmissão de ações.

7. Face ao supra exposto, neste momento mantém-se a detenção direta por parte do declarante da
participação referida em 1 e a imputação à sua pessoa dos direitos inerentes às participações referidas em
2., 3. e 4.

8. A 16/06/2021, o declarante outorgou com John C. Textor, dois acordos para venda de um total de 5.750.000
ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 25% do capital social da Benfica SAD,
sujeito às condições previstas nos mesmos. Posteriormente, o declarante e a parte contrária acordaram no
sentido de considerarem suspensas até 31/12/2021 as obrigações contratuais para qualquer das partes.

9. No âmbito das negociações que ainda decorrem, o ora declarante e John C. Textor aceitaram um princípio
de acordo (ainda não formalizado) no sentido de colocarem termo a um dos contratos identificados sob o
ponto 9. (a saber o contrato para venda de um total de 2.070.000 ações ordinárias, escriturais e
nominativas, representativas de 9% do capital social da Benfica SAD).

10. O ora declarante e John C. Textor mantém interesse na conclusão do negócio que respeita à transmissão
de um total de 3.680.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 16% do capital
social da Benfica SAD, pelo que, com reporte à presente data, mantém negociações em vista a alcançarem
um acordo nesse sentido.".

Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD
Ver comentários