Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Ronaldo reage à morte de Maradona: "Despeço-me de um amigo e o Mundo despede-se de um génio eterno"

Internacional português deixou muitos elogios à estrela argentina, que brilhou entre a década de 1970 e 1990, e é considerado um dos melhores jogadores da história.
Lusa 25 de Novembro de 2020 às 17:55
Cristiano Ronaldo com Maradona
Cristiano Ronaldo com Maradona FOTO: Direitos Reservados
O futebolista internacional português Cristiano Ronaldo disse esta quarta-feira que o mundo se despede de "um génio eterno" e ele de "um amigo", com a morte aos 60 anos de Diego Armando Maradona.

Cristiano Ronaldo, que a par de Lionel Messi, tem sido a figura do futebol mundial da atualidade, deixou esta quarta-feira muitos elogios à estrela argentina, que brilhou entre a década de 1970 e 1990, e é considerado um dos melhores jogadores da história.

"Um dos melhores de todos os tempos. Um mágico inigualável. Parte demasiado cedo, mas deixa um legado sem limites e um vazio que jamais será preenchido. Descansa em paz, craque. Nunca serás esquecido", escreveu o jogador português.

Maradona morreu esta quarta-feira na sua residência, na Argentina, aos 60 anos, anunciou o seu agente e amigo Matías Morla.

Segundo a imprensa argentina, Maradona, que treinava os argentinos do Gimnasia y Esgrima, sofreu uma paragem cardíaca na sua vivenda na província de Buenos Aires.

A sua carreira de futebolista, de 1976 a 2001, ficou marcada pela conquista, pela Argentina, do Mundial de 1986, no México, e os dois títulos italianos e a Taça UEFA arrebatada ao serviço dos italianos do Nápoles.

Argentina Cristiano Ronaldo Diego Armando Maradona desporto futebol morte
Ver comentários