Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Rúben Amorim: "Taça da Liga faz parte do passado"

Treinador do Sporting diz que a equipa leonina já “mudou o chip”.
Mário Figueiredo 26 de Janeiro de 2021 às 08:47
Rúben Amorim é atirado ao ar pelos seus jogadores nos festejos pela conquista da Taça da Liga
Rúben Amorim é atirado ao ar pelos seus jogadores nos festejos pela conquista da Taça da Liga
"A Taça da Liga já faz parte do passado. Já mudámos o chip e o objetivo é ganhar ao Boavista”, foi desta forma que Rúben Amorim abordou o jogo desta terça-feira (21h15, SportTV1) do Sporting no Bessa.

O treinador do Sporting reforçou que a conquista da Taça da Liga (triunfo sobre o Sp. Braga, por 1-0) “teve um sabor muito bom”, mas que “agora já não sabe a nada”. “O plantel fez a festa que tinha a fazer durante a viagem para Lisboa. Depois, descansou e fizemos um treino tático para defrontar uma equipa muito forte, com um treinador experiente”, prosseguiu Amorim, considerando que a sua equipa “vai estar preparada” para vencer no Bessa.

Rúben Amorim abordou a expulsão na final da Taça da Liga: “Assumi as expulsões frente ao FC Porto e em Famalicão. Agora, assumo que tanto eu como o míster Carvalhal não devíamos ter sido expulsos. Como não há público, ouvimos o que os outros dizem. Entendo que a nossa expulsão foi um erro e, por isso, não espero castigo nenhum, quanto mais pesado”. Já após a conferência, o mapa de castigos divulgado pelo Conselho de Disciplina confirmava que Amorim e Carlos Carvalhal (técnico do Sp. Braga também foi expulso) não tiveram qualquer jogo de suspensão, sendo só multados.

Questionado sobre se vai conversar com os jogadores que estão no limite dos cartões amarelos (Nuno Santos, Palhinha, Coates e Neto) a pensar no dérbi, Amorim foi perentório: “Não vou dizer nada, porque o jogo com o Boavista é o mais importante. Fiz isso como o Palhinha frente ao Belenenses e reconheço que foi um erro”.

Para o treinador, o sucesso é fruto do trabalho da estrutura, da equipa técnica e da qualidade dos jogadores: “Falo na estrelinha, mas tenho a plena noção da qualidade do grupo. Temos algumas falhas em certos momentos do jogo, mas não consigo lembrar-me de um jogo em que o adversário tenha sido assim tão superior a nós”.

“ó papagaio vai para o c...” custa 1020 euros
“Ó papagaio vai para o c..., andas aqui há 30 anos sempre a falar, és um papagaio”. Estas foram as palavras de Rúben Amorim (multado em 1020 euros)dirigidas a Carlos Carvalhal (multa de 714 euros) aquando da expulsão. Pote foi castigado com um jogo e falha o Boavista, mas pode defrontar o Benfica.

Rúben Amorim Liga Boavista SportTV1 Sp. Braga Sporting Bessa Carlos Carvalhal Palhinha desporto futebol
Ver comentários