Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Rúben Amorim: “Temos muita ambição de ganhar o jogo”

Treinador do Sporting criticou Tiago Martins no jogo com o Moreirense, mas diz que agora é outro jogo.
Pedro Prata 23 de Janeiro de 2021 às 10:34
Rúben Amorim
Rúben Amorim FOTO: Miguel Barreira
"Somos uma equipa muito jovem que chegou aqui e tem muita ambição de ganhar este jogo”, revelou esta sexta-feira Rúben Amorim, treinador do Sporting, na antevisão ao jogo deste sábado (19h45) frente ao Sp. Braga, em Leiria.

Esta é a segunda final da Taça da Liga que o técnico vai disputar. No ano passado, orientava os minhotos e venceu a prova (1-0) frente ao FC Porto. Agora, Amorim admite que as motivações são diferentes. “ Se no Sp. Braga estava um pouco preocupado comigo pelo início da carreira, hoje estou a pensar nos meus jogadores. Acho que eles precisam, porque são muito trabalhadores”, disse. Para o treinador existe um fator que pode ajudar a equipa a levantar o troféu: “A estrela que tenho pode fazer a diferença. Tenho confiança no meu trabalho, mas também acho que a sorte tem um papel importante”.

Sporar e Nuno Mendes já receberam luz verde por parte da Direção-Geral da Saúde para participar na final. A dupla testou falso positivo, mas falhou o jogo com o FC Porto, para as ‘meias’ da Taça da Liga. Na altura, a DGS vetou a utilização do defesa e do avançado. Apesar de estar praticamente garantida a presença dos jogadores, Amorim não se compromete. “Na última semana pensava que podia contar com eles e não contei. Por isso, só quando eles estiverem perfilados para entrar é que teremos a certeza”, referiu o treinador, de 35 anos.

O Sp. Braga, além do FC Porto, foi a outra equipa que se colocou contra a utilização de Nuno Mendes e Sporar no jogo ante os dragões. “De certeza que o Sp. Braga estava interessado em defender a verdade desportiva na sua ideia. Agora, os factos comprovam que nós estávamos certos”, frisou o técnico.

Tiago Martins, que apitará a final da Taça da Liga, foi o videoárbitro do clássico entre Sporting e azuis-e-brancos, na 4ª jornada da Liga. O juiz foi responsável por não ter sido assinalado um penálti a favor dos leões, situação que motivou críticas de Amorim: “É um jogo novo, não estou preocupado”.

Ver comentários