Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Rui Gomes da Silva assume "pessoalmente" resultado abaixo das expetativas

Candidato revelou que esteve ao telefone com Luís Filipe Vieira para lhe dar os parabéns pela vitória e desejar "as maiores felicidades".
Lusa 29 de Outubro de 2020 às 02:57
Rui Gomes da Silva
Rui Gomes da Silva FOTO: Pedro Simões
Rui Gomes da Silva afirmou esta quinta-feira que assume pessoalmente o resultado abaixo das suas expectativas nas eleições do Benfica, vencidas por Luís Filipe Vieira, afirmando que houve uma "bipolarização" das candidaturas ao ato eleitoral de quarta-feira.

"Constatar que houve uma bipolarização em termos eleitorais e assumo pessoalmente este resultado, não era o que esperávamos e não era aquele por que nos batemos. Fico muito feliz que tenha havido democracia e infeliz com resultados", disse o candidato derrotado, após serem conhecidos os números.

O candidato da lista A, Luís Filipe Vieira, venceu as eleições com 62,59% (471.660 votos), batendo a lista B, liderada pelo gestor João Noronha Lopes, que conseguiu 34,71% (261.574), e a lista D, do advogado Rui Gomes da Silva, que ficou nos 1,64% (12.341).

O candidato da lista D assumiu que o resultado ficou abaixo das suas expetativas e manifestou o desejo que o vencedor das eleições consiga "trazer o sonho europeu" para o Benfica.

Rui Gomes da Silva revelou que esteve ao telefone com Luís Filipe Vieira para lhe dar os parabéns pela vitória e desejar "as maiores felicidades".

"Acabaram as eleições, acabaram as divisões. Agora o que é preciso é ganhar o próximo jogo. As maiores felicidades a todos os eleitos, parabéns pelo resultado que Luís Filipe Vieira teve, não deixa dúvidas a ninguém", frisou.

Luís Filipe Vieira, de 71 anos, que já é o presidente com mais tempo na liderança do Benfica, foi reeleito para o quadriénio 2020-2024, depois de ter sido eleito pela primeira vez há 17 anos, em 2003.

As eleições de quarta-feira para a presidência do Benfica bateram o recorde histórico das mais votadas de sempre, com 38.102 votantes, superando o registo alcançado no sufrágio de 2012, quando 22.676 exerceram o direito de voto, num ato em que Vieira foi desafiado por Rui Rangel.

Rui Gomes da Silva Benfica Luís Filipe Vieira desporto futebol política eleições
Ver comentários