Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Sérgio Conceição tece duras críticas a Anderson

Reforço brasileiro entrou no Clássico de Alvalade e minutos mais tarde perdeu a bola que acabaria por resultar no golo do empate.
Filipe António Ferreira 19 de Outubro de 2020 às 08:25
Sporting - FC Porto
Sporting - FC Porto FOTO: Paulo Calado
Sérgio Conceição criticou os jogadores que entraram no clássico com o Sporting, mas o principal alvo acabou por ser o reforço Felipe Anderson, apurou o CM.

O brasileiro, que chegou no último dia do mercado de transferências, estreou-se aos 59 minutos, mas pouco fez para ajudar o FC Porto a manter o resultado positivo que se registava. Mais, perdeu a bola para João Palhinha no lance que acabaria por dar o empate aos leões nos minutos finais.

“Quando o onze-base começou a ficar cansado, tive de refrescar, e viram a diferença de quem estava dentro e fora. Independentemente de serem jogadores com qualidade, vêm para o nosso campeonato e têm de perceber o que é a identidade do FC Porto”, disse o técnico portista no final do clássico de Alvalade visivelmente irritado com a prestação de alguns dos seus atletas.

Anderson entrou assim com o pé esquerdo nesta aventura nos dragões. O jogador, emprestado pelo West Ham, vai ter de convencer Sérgio Conceição para ganhar espaço na equipa principal portista. No sábado, para além de Felipe Anderson (27 anos) , estrearam-se também no segundo tempo o ala Nanu e o avançado Toni Martínez. Acabaram também por ser sinalizados pelo treinador no discurso após o jogo, uma vez que a equipa portista acabou por sofrer o 2-2, com assinatura de Luciano Vietto, já depois de terem entrado.

Os dragões iniciam hoje a preparação para o jogo de quarta-feira, fora, com o Manchester City na primeira jornada do Grupo C da Liga dos Campeões. Teoricamente, trata-se de um jogo muito complicado, mas os azuis-e-brancos vão querer fazer uma boa exibição e, acima de tudo, não perder, após os dois jogos consecutivos sem vencer para a Liga (derrota caseira com o Marítimo, 2-3, e empate em Alvalade com o Sporting, 2-2).

Pior início só com Víctor Fernández
Com quatro jogos disputados na Liga, o FC Porto de Sérgio Conceição leva sete pontos (em 12 possíveis). Para encontrar um registo mais negativo temos de recuar 16 anos. Em 2004/05, o então campeão europeu em título empatou os três primeiros jogos (6 pontos em quatro encontros) sob a orientação do espanhol Víctor Fernández. O Benfica acabaria por conquistar a Liga, sob o comando técnico de Giovanni Trapattoni.
Ver comentários