Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Sporting pede ação às autoridades contra a violência no desporto após agressões em guerra entre claques

Clube reage em comunicado a agressões a adepto, membro da Juve Leo.
Record 26 de Maio de 2020 às 23:05
O Sporting repudia a agressão de que foi alvo um membro da Juventude Leonina, esta tarde, na zona do Estoril, alegadamente por parte de 20 elementos pertencentes à claque No Name Boys, afeta ao Benfica. Em comunicado, o clube de Alvalade apela às instâncias competentes para que tomem medidas no sentido de proteger o desporto de "episódios de violência que são frequentes no futebol nacional e o mancham, por vezes de sangue e morte."

"Desta vez, outro adepto do Sporting CP foi hospitalizado na sequência de episódios de violência gratuita – segundo foi noticiado, o adepto terá sido espancado e esfaqueado por 20 elementos de um clube rival, que fugiram do local com a chegada da polícia. O episódio aconteceu na zona do Estoril. Com o aproximar do reatar da competição é urgente agir sobre este tipo de comportamento que ameaça o bem-estar do adepto comum do Desporto em Portugal. A violência não pode fazer parte do Desporto e da Sociedade portuguesa do século XXI. O Sporting Clube de Portugal solicita, por isso, às autoridades competentes ação e consequência sobre estes atos. E apela a que todos os clubes, agentes desportivos e adeptos venham a terreiro, sem receios, travar, de frente, esta luta contra a violência no Desporto", concluem os leões, em jeito de desafio.
futebol desporto Alvalade Juventude Leonina Juventude Leonina Benfica Sporting Clube de Portugal Estoril
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)