Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Título de campeão mundial de Max Verstappen confirmado: FIA recusa os dois protestos da Mercedes

Decisão tomada após o final da corrida em Abu Dhabi confirma título do jovem piloto da Red Bull.
Record 12 de Dezembro de 2021 às 19:14
Está confirmado: a FIA recusou este domingo os dois protestos apresentados pela Mercedes no final do Grande Prémio de Abu Dhabi, confirmando os resultados da corrida e o primeiro título mundial de Max Verstappen.

Minutos após ter indeferido o primeiro protesto da Mercedes, os comissários de corrida chamaram os representantes das duas equipas e comunicaram a decisão final sobre o segundo protesto da escuderia alemã, sobre o procedimento da Direção de Corrida nas últimas voltas do GP de Abu Dhabi. À saída do edifício onde estiveram os representantes dos três orgãos, sem a presença de Toto Wolff, diretor-executivo da Mercedes, Chris Horner confirmou aos jornalistas o título de Max Verstappen. "O veredito final sairá em breve", atirou, sem conseguir esconder o sorriso no rosto.

A decisão sobre o primeiro protesto da Mercedes, alegando uma ultrapassagem de Verstappen durante o Safety Car:

"Foram considerados os argumentos apresentados por ambas as partes [Mercedes e Red Bull]. Os comissários de corrida determinaram que apesar de o carro 33 ter, num determinado momento, por um breve período de tempo, se adiantado ao carro 44, numa altura em que os dois carros estavam a acelerar e a travar, voltou novamente para trás do carro 33 e não estava à sua frente quando o período de Safety Car terminou", pode ler-se no comunicado divulgado hoje pela FIA.

Negado o primeiro protesto da Mercedes, que apontava ao artigo 48.8 dos regulamentos, será agora analisado o procedimento que a Direção de corrida teve neste domingo, depois de numa primeira instância ter proibido ultrapassagens durante o Safety Car e, após um pedido de esclarecimento de Chris Horner, chefe da Red Bull, a Michael Masi, ter dado o aval para o holandês ultrapassar os carros que prosseguiam à sua frente. Lembre-se que estes carros que seguiam à frente de Verstappen já tinham sido dobrados pelo holandês, pelo que não interferiam na luta pelo triunfo em Abu Dhabi.

O Grande Prémio de Abu Dhabi terminou este domingo com um triunfo de Max Verstappen, que foi coroado o novo campeão mundial de Fórmula 1, depois de ter ultrapassado Lewis Hamilton na última volta da corrida no Circuito de Yas Marina. O piloto britânico liderava confortavelmente quando a cinco voltas do final Nicholas Latifi (Williams Racing) embateu, necessitando a entrada do Safety Car para limpar a pista. Quatro voltas depois, ou seja a apenas uma do final, o Safety Car saiu e deixou o carro 33 da Red Bull colado na traseira do 44 da Mercedes, que com pneus desgastados - ao contrário do conjunto que seguia no carro do holandês, não conseguiu segurar a liderança da corrida.
Ver comentários