Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

TOUR: AZEVEDO SEM FORÇAR

Apesar de ter apontado como principal objectivo da equipa, após o abandono de Beloki, vencer uma etapa, certo é que o ciclista português José Azevedo não entrou, na etapa de ontem do ‘Tour’, em grandes loucuras, limitando-se a rolar no grupo dos primeiros. O português recuperou animicamente após ter perdido, juntamente com a ONCE, o chefe-de-fila Beloki, que teve de abandonar a prova depois de uma queda, e ontem chegou integrado no pelotão.
18 de Julho de 2003 às 00:00
Flecha disparou a seta na altura de cortar a meta
Flecha disparou a seta na altura de cortar a meta FOTO: Gero Breloer (Lusa)
“Deu para recuperar animicamente no dia de descanso e agora só queremos vencer uma etapa, que é o nosso objectivo principal”, avançou ao Correio da Manhã o ciclista luso.
Naquela que foi a 2.ª etapa menos extensa desta edição (153,5 quilómetros entre as cidades de Narbonne e Toulouse), José Azevedo esteve sempre integrado no pelotão e não tentou entrar em nenhuma fuga.
Na tirada de ontem, o ciclista de Vila do Conde cortou a meta na 65.ª posição, a 42 segundos do vencedor. Com este registo, Azevedo manteve-se no 29.º posto da geral, distando 12.15 minutos do líder, o norte-americano Armstrong. O representante nacional enfrenta hoje um duro contra-relógio individual, que vai trazer, certamente, alterações na classificação. “Não tenho grandes objectivos neste contra-relógio. O vencedor deverá sair de entre os primeiros classificados”, avançou José Azevedo, que, após o abandono de Beloki, vê o caminho livre para que Armstrong chegue ao ‘penta’. “Ele tem todas as condições para triunfar. O único que lhe fazia frente era o Beloki, e ele, até agora, nem atacou”.
FLECHA ACERTA NA MUCHE
Depois de muitos segundos lugares esta temporada, o espanhol Flecha acertou na muche e venceu uma etapa. Na sua primeira participação no ‘Tour’, Flecha esteve certeiro e bateu a concorrência, depois de ter andado fugido com mais oito ciclistas durante muito tempo. Nos quilómetros finais, isolou-se na frente, pedalou forte e venceu a 11.ª etapa, em 3:29.33 horas. Cortou a meta fazendo o movimento dos arqueiros. “É um gesto que faço quando ganho. Ultimamente os meus colegas diziam que a seta estava estragada”.
CLASSIFICAÇÃO – 11ª ETAPA
1. Juan Antonio Flecha (Ibanesto) - 3:29.33 hrs
2. Bram De Groot (Rabobank) - a 4s
3. Isidro Nozal (ONCE) - m.t.
4. Inigo Cuesta (Cofidis) - a 15
5. Carlos Da Cruz (FDJeux.com) - a 23
6. Stuart O’ Grady (Credit Agricole) - m.t.
7. Nicolas Portal (AG2R) - m.t.
8. Michael Rogers (Quick Step) - m.t.
9. Robbie McEwen (Lotto) - a 42
10. Baden Cooke (FDJeux.com) - m.t.
65. JOSÉ AZEVEDO (ONCE) - m.t.
CLASSIFICAÇÃO – GERAL
1. Lance Armstrong (US Postal) - 49:16.37 hrs
2. Alexandre Vinokourov (Telekom) - a 21s
3. Iban Mayo (Euskatel) - a 1.02
4. Francisco Mancebo (iBanesto) - a 1.37
5. Tyler Hamilton (CSC) - a 1.52
6. Jan Ullrich (Bianchi) - a 2.10
7. Ivan Basso (Fassa Bortolo) - a 2.25
8. Roberto Heras (US Postal) - a 2.28
9. Haimar Zubeldia (Euskatel) - a 3.25
10. Denis Menchov (iBanesto) - a 3.45
29. JOSÉ AZEVEDO (ONCE) - a 12.15
ETAPA DE HOJE
Hoje realiza-se a 12.ª tirada do ‘Tour’. Os ciclistas que compõem a caravana da maior prova velocipédica do mundo vão viver um dia diferente, já que vão disputar um decisivo contra-relógio individual, que vai ligar as localidades de Gaillact e Cap’ Decouverte, na distância
de 47 quilómetros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)