Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Trump diz que desliga a televisão e LeBron James responde: "Não ficamos tristes"

Presidente dos EUA não gosta de ver jogadores ajoelhados durante o hino em sinal de protesto contra o racismo.
Record 6 de Agosto de 2020 às 12:46
LeBron James está longe de ser um admirador de Donald Trump e deu mostras disso mesmo, mais uma vez, na última madrugada. O jogador dos Lakers foi confrontado com as últimas palavras do presidente dos Estados Unidos e reagiu com indiferença.

Trump considerou ser uma falta de respeito os jogadores ajoelharem-se durante o hino, um gesto de protesto contra o racimo. "Quando vejo gente ajoelhada, sem respeitar a nossa bandeira e o hino nacional, desligo a televisão", disse o líder norte-americano num programa da Fox News.

Confrontado com as palavras do presidente, LeBron respondeu: "Acho que o mundo do basquetebol não está triste por perdê-lo como espectador. Não queremos saber", começou por dizer James, afiançando não querer alongar-se mais sobre o tema.

Mas depois acabou por falar das eleições para a presidência, que terão lugar em novembro. "Espero que as pessoas, independentemente da raça ou da cor, possam ver o tipo de liderança que temos no nosso país. Novembro está ao virar da esquina e será um grande momento para nós, americanos; se continuarmos a falar desta forma, tudo pode mudar."
Donald Trump LeBron James distúrbios guerras e conflitos terrorismo política
Ver comentários