Defesa de Ronaldo diz que sexo com Mayorga "foi completamente consensual"

Peter S. Christiansen, o advogado que vai defender Cristiano Ronaldo no caso de Kathryn Mayorga, sublinha que há acusações neste processo que são "puras invenções".
10.10.18
Peter S. Christiansen, o advogado que vai defender Cristiano Ronaldo no caso de Kathryn Mayorga, que acusa o jogador de violação, garante que há acusações neste processo que são "puras invenções", em comunicado enviado à revista SÁBADO
Leia a nota completa na integra:

"Fui contratado para representar Cristiano Ronaldo na sequência de uma recente acção cível baseada em eventos supostamente ocorridos em 2009, e que culminaram com a celebração de um acordo, mediante o qual as partes renunciaram a quaisquer outros direitos. Atento o incumprimento desse acordo pela outra parte, bem como as acusações inflamadas que se foram sucedendo nos dias seguintes, Cristiano Ronaldo vê-se forçado a quebrar o silêncio, sendo certo que o dito acordo lhe autoriza uma 'reacção proporcional' em caso de violação pela contraparte.
Para que não subsistam dúvidas: Cristiano Ronaldo nega veementemente todas as acusações constantes da referida acção cível, em coerência com o que tem feito nos últimos 9 anos.

Os documentos que supostamente contêm declarações do Sr. Ronaldo e foram reproduzidos nos media são puras invenções.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!