Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Francisco J. Marques acusado de sete crimes por divulgar conteúdo de emails do Benfica

Júlio Magalhães, diretor do Porto Canal, foi também acusado de três crimes de violação de correspondência.
Tânia Laranjo 28 de Fevereiro de 2020 às 14:16
Francisco J. Marques
Francisco J. Marques FOTO: Ricardo Jr
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, foi acusado de sete crimes, seis de violação de correspondência e um de acesso indevido por divulgar no Porto Canal conteúdo dos emails do Benfica.

Foi ainda acusado Júlio Magalhães, diretor do Porto Canal, de três crimes de violação de correspondência. Diogo Faria, o comentador do programa do Porto Canal onde os emails foram divulgados, vai responder por dois crimes.

O Benfica também deduziu acusação particular contra estes três arguidos mas, para já, não requereu qualquer pedido de indemnização civil. Diz que os danos são de tal forma elevados que não são, para já, quantificáveis. 

Contactados pelo CM, os advogados do Benfica - Rui Patrício, Paulo Saragoça da Matta e João Medeiros - não quiseram para já fazer comentários.
Porto Benfica Francisco J. Marques FC Porto Porto Canal economia negócios e finanças media
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)