Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Alta tensão no Estádio de Alvalade com dérbi entre Sporting e Benfica

Leões recebem rival e partem para jogo com atraso de 16 pontos. Águias procuram não perder terreno na corrida ao título.
Sara Guterres e Pedro Prata 17 de Janeiro de 2020 às 01:30
Estádio de Alvalade
Estádio de Alvalade
Bruno Lage
Silas
Bruno Lage
Silas
Estádio de Alvalade
Estádio de Alvalade
Bruno Lage
Silas
Bruno Lage
Silas
Estádio de Alvalade
Estádio de Alvalade
Bruno Lage
Silas
Bruno Lage
Silas
"O ideal é que o Benfica perca (...) Este jogo vale mais do que três pontos. É o que mais mexe com o futebol português por ter um lado emocional, de paixão." Foi desta forma que Silas caracterizou o dérbi desta sexta-feira, às 21h15, em Alvalade, com o líder Benfica.

Apesar da diferença pontual (16 pontos), o técnico do Sporting (4º na Liga) recusou favoritismos. "É um jogo de 50/50, com as duas equipas a terem as mesmas hipóteses e vamos fazer tudo para vencer, acreditando que o Benfica também vem à procura disso", alertou.

Sobre as implicações de uma derrota, que deixaria o Sporting a 19 pontos da liderança, o técnico desdramatizou e sublinhou que os dois clubes têm algo a perder: "Nós podemos ficar mais longe; mas se forem eles a perder, o FC Porto pode ficar mais perto. Ainda há muitos jogos. Vamos encurtar a distância, estamos a crescer como equipa e acho que não vamos perder muito mais pontos".

Apesar da confiança, Silas disse esperar dificuldades frente à equipa de Bruno Lage, mas recusou qualquer pressão adicional: "O Benfica apresenta um contra-ataque muito forte, um ataque organizado muito bem elaborado e tem jogadores com muita qualidade.

Estamos a falar do maior investimento, de que tenho memória, do Benfica no plantel. Uma equipa com este tipo de investimento tem várias soluções, mas nós também temos. Já provámos isso e vamos apresentá-las."

Quanto ao horário escolhido para o dérbi lisboeta, Silas ‘culpou’ o calendário e não acredita que o facto de o Benfica entrar em campo três dias após a vitória frente ao Rio Ave (3-2) seja um fator a favor do Sporting. "Preferíamos que o jogo fosse ao fim de semana, durante tarde.

Esta semana foi o Benfica que jogou na terça e agora na sexta-feira; nós jogamos sexta, terça e depois sábado, se ganharmos [ao Sp. Braga, na Taça da Liga].

É uma coisa que toca a todos. Não acho que esse seja um fator de vantagem para nós, o Benfica será sempre competitivo independentemente do onze que apresente",observou.

"Bruno fernandes vale por 3"
"Para encontrar um substituto para ele [Bruno Fernandes] precisamos de três: um que marque golos, um que ataque e organize, e outro que defenda. Em Portugal, não há outro como ele", disse Silas, garantindo também que só uma "catástrofe" afastaria o jogador do dérbi.

"É um jogo que vale só três pontos"
"É um jogo da Liga , vale só três pontos. É com essa intenção que vamos disputar a partida - queremos jogar bem e vencer. Mas há outra dimensão, é um dérbi da cidade, talvez um dos encontros mais importantes a nível nacional", afirmou esta quinta-feira Bruno Lage sobre a relevância do jogo com o Sporting.

Na antevisão do encontro desta sexta-feira em casa da equipa leonina, o treinador dos encarnados aproveitou, de seguida, para responder a Silas. O técnico leonino vincou que o Benfica, esta época, fez o maior investimento de sempre no plantel.

"É um facto. Esteve atento às nossas contratações e gastos. Não vejo as coisas por aí, vejo a qualidade da equipa independentemente do valor monetário dos futebolistas. É o mercado que valoriza os jogadores", referiu.

Bruno Fernandes é um dos atletas mais cotados. Bruno Lage sabe da importância do médio na equipa do Sporting.

"É um excelente jogador, já o elogiei várias vezes e dá um contributo enorme à equipa. Independentemente de jogar ou não, não acredito que a dinâmica mude. Mas claro que dá uma qualidade inegável ao Sporting", vincou.

O dérbi acontece apenas três dias após o Benfica-Rio Ave (3-2) para a Taça de Portugal, facto que voltou a ser alvo de críticas por parte de Lage: "Em Portugal, continuamos a fazer as coisas só porque sim. É preciso dar importância ao que se passa na bancada. Os encontros serem a horas decentes. A partida do FC Porto frente ao Sp. Braga também merecia ser a um fim de semana. Jogavam-se às 15h00 e vivia-se um sábado de futebol como antigamente".

Bruno Lage condenou posteriormente outras práticas realizadas no campeonato português: "Somos o único País em que é preciso usar a braçadeira de treinador. No ano passado fui operado, estava de muletas e num jogo tirei a braçadeira e meti-a no bolso. O quarto árbitro reparou e fui multado em 500 euros. Todos conhecemos os treinadores da I Liga, porque é que têm de estar identificados?".

Gabriel e Ferro convocados
Ferro e Gabriel estão recuperados das respetivas lesões e marcarão presença na convocatória para a visita ao Sporting.
O médio contraiu um traumatismo no joelho esquerdo no jogo com o Desp. Aves. Já o defesa saiu com problemas físicos na partida com o Rio Ave (Taça de Portugal).n
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)