Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

"Ambulância demorou mais de meia hora, é uma idiotice criminal", afirma advogado de Maradona

Matias Morla diz que durante 12 horas o amigo não teve "atenção e a vigilância por parte do pessoal de saúde"
26 de Novembro de 2020 às 13:12
Matias Morla, advogado de Diego Maradona, emitiu esta quinta-feira um comunicado onde acusa as autoridades de saúde de não terem dado a devida assistência ao antigo craque argentino, que recuperava em casa, depois de ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica à cabeça.

O advogado fala em "idiotice criminal" e revela que a ambulância "demorou mais de meia hora a chegar".

"Hoje é um dia de dor profunda, tristeza e reflexão. Sinto no meu coração a partida do meu amigo, a quem honrei com a minha lealdade e acompanhamento até ao último dos seus dias", começou por escrever.

"Quanto à informação da Fiscalía de San Isidro [autoridade argentina local], é inexplicável que durante 12 horas o meu amigo não tenha tido a atenção e a vigilância por parte do pessoal de saúde a quem isso competia. A ambulância demorou mais de meia hora a chegar, o que é uma idiotice criminal", acrescentou.

E deixou uma garantia: "Este incidente não deve ser minimizado e vou solicitar que se investigue até às últimas consequências. Como me dizia o Diego 'és o meu soldado, atua sem piedade'."
Matias Morla Diego desporto futebol questões sociais
Ver comentários