Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

António Costa pressiona futebol para voltar

Primeiro-ministro volta a referir que é importante concluir a época desportiva.
João Moniz 10 de Maio de 2020 às 10:17
Governo reuniu  com os principais  dirigentes do futebol português a 28 de abril
Governo reuniu com os principais dirigentes do futebol português a 28 de abril FOTO: Bruno Colaço
Os clubes da I Liga "têm todas as condições" para reiniciar os jogos em segurança e cabe-lhes garantir que as determinações das autoridades de Saúde são cumpridas. O aviso do primeiro-ministro, António Costa, é claro.

"Não vai haver público e os clubes da I Liga oferecem todas as condições de organização interna para poderem assegurar a segurança dos seus técnicos e profissionais. Estamos a falar de uma população, quer pela faixa etária, quer pela sua condição de saúde, com um baixo risco.

Todos têm interesse, mais do que todos nós, em preservar a sua própria saúde", afirmou o governante em entrevista ao Porto Canal, reforçando a mensagem para que não restem dúvidas: "Os jogadores temem [a Covid-19] e os técnicos temem, serão os primeiros a tomar as cautelas necessárias para não se deixarem contaminar. Se alguém tiver a equipa toda infetada vai perder o jogo por falta de comparência. Todos temos de trabalhar com responsabilidade".

António Costa recordou a "importância" de concluir a época desportiva, facto que lhe foi transmitido pelos principais dirigentes desportivos numa reunião que decorreu a 28 de abril. Nesse encontro, apurou o CM, depois de alertado que o setor não tinha capacidade de enfrentar a perda de receita dos direitos televisivos caso todos os jogos não fossem disputados, o primeiro-ministro permitiu a retoma da I Liga com a condição de serem cumpridas as diretrizes da Direção-Geral da Saúde.

Nas últimas horas, António Costa, primeiro, e a ministra da Saúde, depois, confirmaram que está para breve a conclusão do protocolo sanitário para os clubes. Costa disse ainda que Marta Temido discutiu com o seu homólogo germânico as regras que estão a ser aplicadas na Liga alemã. Como este campeonato arranca já no próximo sábado (dia 16), duas semanas antes da data prevista para o reinício da I Liga (dias 30 e 31 deste mês), o Correio da Manhã sabe que o protocolo português poderá sofrer pequenos ajustes de última hora mediante o feedback alemão.

VAR pode acompanhar quatro jogos de uma vez
A Federação Portuguesa de Futebol não antevê qualquer dificuldade na utilização do videoárbitro nas dez jornadas em falta. Basta que não se realizem mais do que quatro jogos em simultâneo. As contas são fáceis de fazer: cada jogo precisa de três elementos (VAR, AVAR e técnico audiovisual) e a FPF tem 6 salas com capacidade para 2 pessoas, logo 12 podem trabalhar ao mesmo tempo.
António Costa I Liga Saúde desporto futebol política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)