Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Belenenses e SAD suspendem ações judiciais que tinham um contra o outro

Fernando Gomes reuniu com os líderes Patrick Morais de Carvalho e Rui Pedro Soares.
Lusa 24 de Janeiro de 2020 às 18:45
Fernando Gomes, presidente da FPF
Fernando Gomes
Fernando Gomes, presidente da FPF
Fernando Gomes
Fernando Gomes, presidente da FPF
Fernando Gomes
O Belenenses e o Belenenses SAD decidiram suspender as ações judiciais que tinham um contra o outro, anunciou esta sexta-feira a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o seu presidente, Fernando Gomes, reuniu com os líderes do Belenenses e do Belenenses SAD, Patrick Morais de Carvalho e Rui Pedro Soares, respetivamente.

"Nesse seguimento, as partes aceitaram suspender todas as ações que têm uma sobre a outra. Ontem [quinta-feira] mesmo se concretizou oficialmente este facto", lê-se.

Na mesma nota, o órgão federativo garante que vai continuar "a trabalhar com ambos os presidentes e as suas equipas para que se alcance uma solução digna dos valores desportivos" que todos defendem.

O clube e a SAD dos 'azuis' estão afastados desde o início da temporada 2018/19, quando o protocolo de utilização do Restelo pela SAD terminou e esta mudou a equipa profissional para o Estádio Nacional, no Jamor.

A Codecity, detida por Rui Pedro Soares, comprou 51% da SAD do Belenenses em 2012, mas as duas partes acabaram por entrar em litígio, seguindo-se várias ações em tribunal, com o clube a tentar impedir que a SAD usasse o seu nome e símbolos.

Outra das questões que estão a ser debatidas em tribunal é a possibilidade de o clube vencer os 10% que mantém do capital social da SAD.

Belenenses SAD agradece à FPF suspensão dos processos judiciais com o clube

O Belenenses SAD agradeceu à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a suspensão dos processos judiciais entre o clube e a sociedade desportiva, em reação ao comunicado do órgão federativo.

"A Belenenses SAD agradece à FPF, em particular ao seu presidente Dr. Fernando Gomes, a iniciativa que permite a suspensão de todos os processos judiciais pendentes entre a Belenenses SAD e o Clube de Futebol 'Os Belenenses', o que, sem o incentivo e empenhamento do Dr. Fernando Gomes, se antevia como muito difícil", lê-se.

A direção da atual 16.ª classificada da I Liga portuguesa de futebol, presidida por Rui Pedro Soares, anunciou que "eventuais desenvolvimentos futuros serão informados oportunamente".

O Belenenses já havia reagido ao comunicado da FPF, que anunciou que o clube do Restelo e o Belenenses SAD decidiram suspender as ações judiciais que tinham um contra o outro, informando que "a sua atuação se pauta pela concretização do caminho determinado" nas assembleias-gerais do clube.

"Informar os associados e os adeptos do Clube de Futebol 'Os Belenenses' que toda a sua atuação se pauta pela concretização do caminho determinado e defendido pelos associados do clube em sucessivas assembleias-gerais realizadas ao longo dos últimos anos", informou o clube que milita atualmente na segunda divisão distrital de futebol de Lisboa.

A direção do Belenenses agradeceu "os bons ofícios" da FPF e do seu presidente, Fernando Gomes, "como sempre empenhado na procura da defesa da imagem do futebol português, aquém e além-fronteiras".

Presidente do Belenenses diz que litigância com SAD "será suspensa por 40 dias"

O presidente do Belenenses, Patrick Morais de Carvalho, explicou hoje que a litigância com a SAD "será suspensa por 40 dias", com o objetivo de "concretizar uma separação total, sem recurso a tribunais, mas com mediação da FPF".

Num esclarecimento publicado na sua página de Facebook, o líder do clube do Restelo reagiu ao comunicado da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que anunciou que Belenenses e Belenenses SAD decidiram suspender as ações judiciais que tinham um contra o outro.

"Os sócios votaram em AG [assembleia-geral], por mais de uma vez e de forma inequívoca, que Clube e SAD devem seguir caminhos independentes e totalmente separados, cada qual com a sua identidade. Tal é bem claro no ponto 2 do comunicado que o clube fez e divulgou esta tarde, onde se refere que litigância será suspensa por 40 dias. O que está em causa é concretizar uma separação total, sem recurso a tribunais, mas com a mediação da FPF", justificou.

Patrick Morais de Carvalho sublinhou que o processo "requer serenidade e discrição, pelo que naturalmente não é aconselhável as partes alongarem-se em comentários públicos", assegurando que "qualquer resultado desta negociação será sempre sujeito à aprovação da Assembleia-Geral do Belenenses".

Belenenses SAD FPF Federação Portuguesa de Futebol Rui Pedro Soares desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)