Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Benfica domina nas vendas

Contribuíram, sobretudo, as saídas de atletas como Ederson, Lindelof, Gonçalo Guedes e Hélder Costa.
12 de Novembro de 2017 às 09:45
Ederson com a camisola do Manchester City
Lindelöf
Gonçalo Guedes foi vendido ao PSG por 30 milhões
Hélder Costa, de 21 anos, disputou todos os jogos da equipa B dos encarnados, até à 23.ª jornada, sempre na condição de titular
Ederson com a camisola do Manchester City
Lindelöf
Gonçalo Guedes foi vendido ao PSG por 30 milhões
Hélder Costa, de 21 anos, disputou todos os jogos da equipa B dos encarnados, até à 23.ª jornada, sempre na condição de titular
Ederson com a camisola do Manchester City
Lindelöf
Gonçalo Guedes foi vendido ao PSG por 30 milhões
Hélder Costa, de 21 anos, disputou todos os jogos da equipa B dos encarnados, até à 23.ª jornada, sempre na condição de titular
Na época passada, a Benfica SAD atingiu um novo recorde de vendas, alcançando 123 milhões de euros, um aumento em relação aos 81,9 milhões de 2015/16.

Para este montante contribuíram, sobretudo, as saídas de atletas como Ederson (40 milhões, sendo que o Benfica só ‘lucrou’ 16), Lindelof, Gonçalo Guedes e Hélder Costa.

Neste campeonato, o segundo classificado foi o Sporting, ao atingir um valor de 93 milhões de euros, uma subida gigante em comparação com os 8,9 milhões da época transata.

As vendas de João Mário (40 milhões, mais cinco variáveis), Islam Slimani e Ruben Semedo foram os maiores negócios.

A encerrar o pódio está o FC Porto, com os proveitos com transações de jogadores a atingirem os 64,8 milhões de euros (uma quebra em relação aos 75,4 milhões da época anterior) fruto, sobretudo, da alienação do passe de André Silva (38 milhões) e Rúben Neves.

Ver comentários