Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Benfica gela na Ucrânia e agudiza crise

Águias não ganham há quatro jogos consecutivos e comprometeram a passagem aos oitavos de final da Liga Europa.
Mário Figueiredo 21 de Fevereiro de 2020 às 01:30
Pizzi esteve discreto, mas no penálti  cumpriu: fez o 1-1
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
Pizzi esteve discreto, mas no penálti  cumpriu: fez o 1-1
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
Pizzi esteve discreto, mas no penálti  cumpriu: fez o 1-1
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
Shakhtar Donetsk - Benfica
O Benfica gelou ontem na Ucrânia e somou o quarto jogo consecutivo sem ganhar, desta feita frente ao Shakhtar Donetsk (2-1), na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa, complicando o apuramento para os ‘oitavos’.
A águia está em queda livre e ontem mergulhou na maior crise de resultados da era Bruno Lage. O técnico apostou na titularidade de Seferovic e perdeu. O suíço foi uma nulidade.

Perante uma equipa que não jogava há dois meses (paragem de inverno), o Benfica é que surgiu com os movimentos presos e sem pulmão. O primeiro remate à baliza foi de Pizzi, ao minuto 44. Saiu ao lado.

Os ucranianos entraram melhor no jogo. Mérito para Luís Castro, técnico português do Shakhtar. Marlos, Júnior Moraes e Kovalenko foram verdadeiras dores de cabeça para a defesa encarnada. Marlos ainda marcou um golo (20’), mas o lance foi anulado pelo VAR.

Odysseas ia adiando o golo e mantinha os encarnados na luta pela vitória, com um punhado de boas defesas.
Na etapa complementar, manteve-se o domínio ucraniano. Nem mesmo com o remate de Ismaily (51’) ao poste o Benfica acordou. O golo chegou pouco depois por Alan Patrick (56’), num remate colocado.

As águias reagiram e marcaram por Tomás Tavares. O VAR anulou o golo, mas assinalou um penálti sobre Cervi. Pizzi não perdoou. Mas rapidamente as águias caíram na mediocridade. Rúben Dias perdeu uma bola em zona proibida e Kovalenko fez o 2-1. É preciso melhorar muito na 2ª mão.

"Vamos dar a volta na segunda mão"
"Perder nunca é positivo, mas temos de olhar para o que de bom fizemos neste jogo. Vamos dar a volta na segunda mão... Em casa, com os nossos adeptos, temos de ir com tudo e conseguir", salientou Cervi.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)