Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Cerimónias fúnebres de Vítor Oliveira decorrem na quinta-feira em Matosinhos

Treinador de futebol morreu no sábado, aos 67 anos, depois de sentir uma indisposição enquanto caminhava.
Lusa 2 de Dezembro de 2020 às 15:45
Vítor Oliveira tinha 67 anos
Vítor Oliveira tinha 67 anos FOTO: Direitos Reservados
As cerimónias fúnebres de Vítor Oliveira, treinador com vasta experiência no futebol português, que morreu no sábado, aos 67 anos, decorrem na quinta-feira, em Matosinhos, confirmou à Lusa fonte da família.

O corpo do ex-treinador e jogador vai estar em câmara ardente no Tanatório de Matosinhos às 13h00, três horas antes do funeral, que acontecerá com algumas restrições no cemitério de Matosinhos, concelho onde nasceu o reconhecido 'rei das subidas'.

Vítor Oliveira, detentor de 11 promoções ao principal escalão e seis títulos em 18 participações na II Liga, morreu no sábado, aos 67 anos, depois de sentir uma indisposição enquanto caminhava na zona de Matosinhos.

Durante mais de três décadas, entre 1978 e 2020, comandou Famalicão, Portimonense, Maia, Paços de Ferreira, Gil Vicente, Vitória de Guimarães, Académica, União de Leiria, Sporting de Braga, Belenenses, Rio Ave, Moreirense, Leixões, Trofense, Desportivo das Aves, Arouca, União da Madeira, Desportivo de Chaves e Paços de Ferreira.

Na condição de jogador, o ex-médio vestiu as camisolas de Leixões, Paredes, Famalicão, Sporting de Espinho, Sporting de Braga e Portimonense de 1970 a 1985.

Vítor Oliveira foi homenageado durante o fim de semana com um minuto de silêncio em todos os jogos disputados nas provas profissionais e amadoras do futebol português, tendo a Câmara de Matosinhos decretado dois dias de luto municipal.

Ver comentários