Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Cristiano Ronaldo: "Sacrifiquei-me pela Seleção"

Português admite que não está “a cem por cento”.
Sara Guterres 18 de Novembro de 2019 às 01:30
CR7 marcou o segundo golo na vitória (2-0) da seleção portuguesa
Portugal qualificado para o Euro 2020 com golos de Bruno Fernandes e Ronaldo
Ronaldo marcou o segundo golo do jogo Luxemburgo-Portugal
Luxemburgo - Portugal
CR7 marcou o segundo golo na vitória (2-0) da seleção portuguesa
Portugal qualificado para o Euro 2020 com golos de Bruno Fernandes e Ronaldo
Ronaldo marcou o segundo golo do jogo Luxemburgo-Portugal
Luxemburgo - Portugal
CR7 marcou o segundo golo na vitória (2-0) da seleção portuguesa
Portugal qualificado para o Euro 2020 com golos de Bruno Fernandes e Ronaldo
Ronaldo marcou o segundo golo do jogo Luxemburgo-Portugal
Luxemburgo - Portugal
"Não estou a cem por cento devido a uma pequena dor. Tenho jogado limitado nas últimas três semanas. Mas quando é para me sacrificar pelo meu clube [Juventus] ou pela Seleção, faço-o com todo o orgulho." Foi desta forma que Cristiano Ronaldo abordou este domingo a sua condição física, após ter apontado o 99º golo ao serviço de Portugal e está agora a dez de igualar Ali Daei (109), recordista de golos por seleções.

"O Inter está a fazer muita pressão à Juventus [na Liga italiana]. Estamos à frente, mas não podemos empatar ou perder, por isso, sacrifiquei-me em prol da equipa. Na Seleção, se não ganhássemos um de dois jogos, podíamos estar fora [do Euro]. Sacrifiquei-me também pela Seleção. Tento ajudar sempre, às vezes não dando mais porque não consigo. Mas o mais importante é que Portugal ganhou, a Juventus também está em primeiro e vou recuperar o mais rápido possível", garantiu o avançado, de 34 anos.

Sobre o jogo de domingo, CR7 criticou as condições do relvado. "Parecia um campo de batatas, não sei como é possível seleções deste nível jogarem em relvados desta qualidade. Não foi um espetáculo bonito", disse Ronaldo, que afastou, para já, qualquer favoritismo: "Não é por termos ganhado [o Euro] em 2016 que somos os favoritos. Somos uma seleção difícil de bater, vamos tentar, mas os favoritos são todos os outros".

Oitava presença em europeus
Com a qualificação assegurada este domingo, a seleção portuguesa avança para a oitava presença em fases finais de campeonatos da Europa de futebol (sétima de forma consecutiva).

A prova começou a disputar-se em 1960 e durante as primeiras seis edições Portugal falhou sempre a qualificação. Estreou-se em França em 1984 e esteve perto de fazer história, pois chegou às meias-finais onde foi derrotado pela seleção anfitriã no prolongamento.

A partir de 1996, a equipa das quinas passou a ser ‘freguesa habitual’ das fases finais. Esteve quase a ganhar o título em 2004, em casa, e acabou por o conseguir em 2016. No próximo verão Portugal defende esse título conquistado em França.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)