Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Defesa de Cristiano Ronaldo admite ter pagado 340 mil euros por silêncio de Kathryn Mayorga

Advogados sublinham que pagamento não significa que o futebolista seja culpado.
Correio da Manhã 20 de Agosto de 2019 às 19:01
Craque com Kathryn Mayorga
Mayorga
Craque com Kathryn Mayorga
Mayorga
Craque com Kathryn Mayorga
Mayorga
A defesa de Cristiano Ronaldo assumiu ter feito um acordo com Kathryn Mayorga para manter o caso da alegada violação fora do olhar público. 

De acordo com documentos citados pelo site americano TMZ, o acordo envolveu um pagamento de 340 mil euros (375 mil dólares) para conseguir que Mayorga não avançasse com a queixa de abuso separa que a mulher não avançasse com uma queixa de abuso sexual. Este acordo e pagamento terão ocorrido em 2010.

"O senhor Cristiano Ronaldo pagou à queixosa a quantia de 375 mil dólares e ambas as partes concordaram com a confidencialidade do caso", descreve o documento citado pelo site.

Apesar da defesa admitir ter feito este acordo com Mayorga, a mesma garante que isso não é uma admissão de culpa, mas uma estratégia para manter a disputa discreta.

A alegada violação foi tornada pública em 2017, através de uma investigação da revista alemã Der Spiegel.
Cristiano Ronaldo Kathryn Mayorga economia negócios e finanças media
Ver comentários