Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

"Fará muita falta ao futebol nacional": Veja as reações à morte do 'campeão dos treinos' Vítor Oliveira

Treinador morreu aos 67 anos durante uma caminhada em Matosinhos.
Correio da Manhã 28 de Novembro de 2020 às 15:43
Vítor Oliveira tinha 67 anos
Vítor Oliveira tinha 67 anos FOTO: Direitos Reservados
A Federação Portuguesa de Futebol há emitiu uma nota de pesar pela morte de Vìtor Oliveira.

Mensagem do presidente da FPF

"Foi com grande consternação que tomei conhecimento da morte completamente inesperada de Vítor Oliveira, uma das personalidades mais carismáticas do futebol nacional e uma pessoa com quem sempre tive uma relação de enorme respeito, admiração e afabilidade. 

Numa carreira longa e cheia de vitórias, foi sempre, pelo seu enorme caráter, cultura desportiva e exigência, uma referência de topo do futebol português.

A sua ligação aos jogadores, colegas treinadores, staff, dirigentes e clubes por onde passou - mais de quatro décadas ao serviço de quase vinte emblemas -  falam mais alto do que quaisquer palavras que aqui possa deixar. 

Sublinho apenas que Vítor Oliveira fará muita falta ao futebol nacional que, por sua vez, dele guardará sempre a imagem de um enorme vencedor.

À família enlutada, nesta hora tão difícil, envio as minhas mais sentidas condolências."

"Ficará na história do futebol português", diz Luís Filipe Vieira
O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, manifestou pesar pela morte do treinador Vítor Oliveira, aos 67 anos, considerando que vai ficar na história do futebol português.

"Em nome do Sport Lisboa e Benfica e em meu nome pessoal, manifesto o mais profundo pesar e tristeza pelo trágico e inesperado falecimento de Vítor Oliveira. Ficará para sempre na nossa memória o excelente profissionalismo de um dos treinadores que mais se distinguiram nos últimos anos no futebol português", refere a mensagem assinada por Luís Filipe Vieira.

O presidente dos 'encarnados' destacou o "caráter" de Vitor Oliveira, endereçando condolências à família e amigos do treinador: "Vítor Oliveira ficará para sempre na história do futebol português", reforçou.


Manuel Cajuda: "Vítor Oliveira tinha um coração de ouro que hoje o atraiçoou"
Manuel Cajuda perdeu "um irmão". É desta forma que o treinador português recorda Vítor Oliveira.

"Há irmãos que somos nós próprios que os escolhemos. O Vítor era um irmão que escolhi, um dos poucos que escolhi. Perdeu-se um extraordinário treinador, um homem muito inteligente, muito amigo, um coração de ouro que hoje o atraiçoou. Falei com ele na quarta ou quinta-feira, andava ele a fazer a caminhada, e como sempre era uma paródia. Todas as coisas que há para dizer sobre ele são boas... Recordo-me da última vez que nos defrontámos num Paços-Ac. Viseu e fizemos a conferência de imprensa juntos e ele a chamar-me velhote e a querer ajudar-me quando me levantei", disse Cajuda à TVI24 muito emocionado.

Proença recorda "campeão dos treinos"
Pedro Proença, presidente da Liga, lamentou a morte do técnico e recordou um "campeão dos treinos".

"Esta é uma notícia que não queremos receber. Não quando se trata de alguém que não está doente, que está na plenitude da sua vida e que adora, respira futebol. Ainda há dias, o nosso amigo Vítor Oliveira esteve na Liga, a dar uma aula da pós-graduação... tão bom foi ouvi-lo. Dizem dele que era o campeão das subidas, e foram 11. Não era, era um campeão dos treinos, da liderança e do futebol. Que semana dura e estranha esta, que nos leva os mais queridos. O Futebol e a sociedade continuam a ficar mais pobres", escreveu no Facebook.

Reações nas redes sociais à morte do técnico que era campeão a subir de divisão
Multiplicam-se as reações à morte de Vítor Oliveira, vindas de todo o mundo do futebol. Contam-se já mensagens de pesar do Benfica, Sporting, FC Porto, Rio Ave, Belenenses, Sp. de Braga e Liga, entre muitos outros


















Braga lamenta morte do antigo jogador e treinador do clube
O Sporting de Braga lamentou a morte do treinador Vítor Oliveira, recordista de subidas de equipas à I Liga de futebol, ocorrida hoje, em Matosinhos, recordando o seu passado como futebolista e treinador dos bracarenses.

Vítor Oliveira foi jogador do Sporting de Braga em 1981/82 e 1982/83 e também técnico do clube bracarense em 1998/99.

O Sporting de Braga endereça "sentidas condolências à família e amigos de Vítor Oliveira".

Presidente da Câmara de Matosinhos lembra o "filho da terra"
A presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, lembrou o treinador de futebol Vítor Oliveira como "um dos filhos da terra", que lhe atribuiu a medalha de valor desportivo da cidade.

Endereçando as condolências a família e "toda a comunidade que acompanhou o percurso" do ex-jogador e técnico, Luísa Salgueiro lembrou a infância "passada a jogar futebol na praia" que o levou ao Leixões, clube daquela cidade do distrito do Porto.

A promoção dos leixonenses, em 2007, é um dos feitos elencados pela autarca, que lhe elogia "a paixão e talento", bem como as 11 subidas de divisão com equipas da II Liga, em 18 participações.

"Por este percurso profissional impressionante, a Câmara de Matosinhos, no âmbito do primeiro Congresso do Senhor de Matosinhos, decidiu atribuir-lhe a medalha de valor desportivo, no ano passado", lembrou, numa publicação na rede social Facebook.

Ver comentários