Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Informático da FPF afirma que 'amorzinho123' é das passwords "mais utilizadas"

Ministério Público sustenta que Rui Pinto é responsável por orquestrar um ataque às plataformas eletrónicas da Federação.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 20 de Novembro de 2020 às 08:35
Federação Portuguesa de Futebol tem sede na Cidade do Futebol, em Oeiras
Rui Pinto julgado por 90 crimes
Federação Portuguesa de Futebol tem sede na Cidade do Futebol, em Oeiras
Rui Pinto julgado por 90 crimes
Federação Portuguesa de Futebol tem sede na Cidade do Futebol, em Oeiras
Rui Pinto julgado por 90 crimes
Os sistemas informáticos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), um dos alegados alvos de ataque de Rui Pinto, são descritos pelo técnico responsável pelo setor como “bastante resilientes”. No entanto, Hugo Freitas, especialista da área na FPF, ouvido esta quinta-feira na 25ª sessão do julgamento do ‘hacker’, disse que as passwords mais comuns neste organismo não são propriamente as mais seguras.

“O fator humano é sempre uma fragilidade. Posso ter um sistema que obrigue a criar uma password com 12 caracteres e números, mas, se escolher ‘amorzinho123!’, não há nada a fazer, há um problema”, disse o informático, adiantando que esta “é das passwords "mais utilizadas" de acordo com os "últimos artigos" lido pelo especialista. Após as declarações de Hugo Freitas em tribunal, no Campus de Justiça, em Lisboa, a FPF veio afirmar que o técnico quereria dizer que era uma palavra-passe comum e usada em todo o Mundo.

O Ministério Público sustenta que Rui Pinto é responsável por orquestrar um ataque às plataformas eletrónicas da Federação. Em tribunal, foi agora revelado que há ‘rasto’ no computador e discos apreendidos ao arguido, que indicia a consulta de uma pasta relativa aos salários da FPF, assim como terá descarregado cópias dos Cartões de Cidadão e passaportes de jogadores. Fernando Gomes, presidente da FPF, já ouvido como testemunha, foi confrontado com contratos de craques encontrados nos aparelhos de Rui Pinto. Disse ser a favor da divulgação destes documentos e até considerou que o Football Leaks contribuiu para a “verdade desportiva no futebol”.
Ver comentários