Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Jorge Jesus após goleada do Flamengo frente ao Avaí: "O que me falta ganhar? Talvez a Champions”

Técnico tem vínculo com o 'Mengão' até maio de 2020, mas pode sair já este mês.
Sara Guterres e Secundino Cunha 7 de Dezembro de 2019 às 01:30
Jorge Jesus prepara agora a equipa para o Mundial de Clubes
Jorge Jesus prepara agora a equipa para o Mundial de Clubes FOTO: Direitos Reservados
"Como treinador não tenho tido chicotadas psicológicas, mas estou sempre preparado para isso. Quando ganha, é o técnico que decide se vai embora, se perde, essa decisão passa pelo clube". A resposta é de Jorge Jesus, após a goleada de quinta-feira no Maracanã frente ao Avaí (6-1, na penúltima jornada do Brasileirão), quando questionado sobre a sua continuidade no comando técnico do Flamengo.

Apesar de ter contrato até maio de 2020, há uma cláusula que lhe permite sair já este mês. E Jorge Jesus não nega a ambição de assinar por um clube que lhe dê ferramentas para lutar pela Liga dos Campeões: "Estou num dos maiores clubes do Mundo. Vim à procura de títulos que na Europa não conseguia conquistar. O que me pode levar a mudar de projeto? O que me falta ganhar? Talvez a Champions. Para isso tens de treinar na Europa."

Ainda assim, para Jorge Jesus nem tudo é bom no futebol europeu. "Não pensem que a Europa é o suprassumo. Há treinadores ao pontapé, mas só alguns é que são bons. Vendem muito bem o produto. Se virem um jogo do campeonato inglês, de duas equipas que jogam do oitavo para baixo, aquilo até dá sono", ironizou.

Depois da conquista da Taça Libertadores e do campeonato brasileiro, o foco está agora colocado no Mundial de Clubes, prova que pode dar novo título a Jorge Jesus.
Jorge Jesus Flamengo Avaí Champions Maracanã Europa desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)