Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Jorge Silas despedido se perder em Famalicão

Treinador não tem mais espaço de manobra se averbar nova derrota.
Ricardo Tavares 1 de Março de 2020 às 09:34
Jorge Silas
Jorge Silas FOTO: Sporting CP
O futuro do treinador do Sporting está nas mãos do Famalicão. Dito de outra forma, se os leões perderem terça-feira (20h00), no jogo com os famalicenses, Jorge Silas será despedido, apurou o CM.

A goleada (1-4) em Istambul , ante o Basaksehir, e o consequente afastamento da Liga Europa geraram uma onda de grande desilusão na estrutura do futebol leonino, a começar pelo próprio treinador, que, no entanto, e de acordo com uma fonte contactada pelo CM, "continua a fazer o seu trabalho normal, até porque tem contrato com o clube".


Mas outra fonte assegura que Jorge Silas não terá mais espaço de manobra: "Se o Sporting perder com o Famalicão, Frederico Varandas avançará para o despedimento". Nesse caso, tornar-se-ia o terceiro técnico, esta época, a ser despachado do comando da equipa principal. O primeiro foi Marcel Keizer e, a seguir, Leonel Pontes, que retornou aos sub-23.

A SAD leonina não veio comentar a notícia avançada, terça-feira, pela CMTV e que aponta para o interesse no concurso de Rúben Amorim, treinador do Sp. Braga. Mas há outros nomes de quem se fala para a sucessão de Jorge Silas, e todos eles já representaram o clube: Abel Ferreira, Pedro Martins e, mais recentemente, Ricardo Sá Pinto, despedido precisamente dos bracarenses.

Abel Ferreira dirige o PAOK e Pedro Martins comanda o Olympiacos, que, quinta-feira, eliminou o Arsenal da Liga Europa. Ferreira admitiu, publicamente, em dezembro, ter sido abordado pelos leões, mas declinou. O desempenho na Europa e a possibilidade de conquistar o título grego podem constituir um entrave para a contratação de Martins.

Sá Pinto é o único dos três que já treinou o Sporting. A passagem por Alvalade ficou marcada pelo despedimento.

Mathieu treina condicionado
O central Mathieu trabalhou este sábado de forma condicionada sob vigilância médica. Já os titulares do jogo de quinta-feira, em Istambul, fizeram trabalho de recuperação, dividido entre o ginásio e o relvado. O guarda-redes Renan, que perdeu, há muito, a titularidade para Maximiano, e o ponta de lança Luiz Phellype continuam em tratamento.

Entretanto, o jovem guarda-redes Anthony Walker foi este sábado chamado por Jorge Silas para trabalhar com a equipa principal do Sporting, que volta este domingo a treinar na Academia, em Alcochete, a partir das 10h00 e à porta fechada, para preparar a partida com o Famalicão.
Ver comentários