Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Leão sofre para ganhar ao Belenenses

Grande jogo de futebol, com as duas equipas a criarem e a desperdiçarem várias oportunidades.
Octávio Lopes 4 de Janeiro de 2019 às 01:30
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
 Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade
Sporting e Belenenses frente a frente no Estádio de Alvalade

O Sporting teve de sofrer e suar muito para vencer ontem (2-1) um bem organizado Belenenses, que deu luta até ao último minuto de uma partida bem disputada. Começaram melhor os azuis. Criaram duas oportunidades nos primeiros cinco minutos, com remates de Fredy e Licá que saíram muito perto do alvo. Responderam os leões num remate de Acuña para uma enorme defesa de Muriel, num lance que teve origem num erro de passe de Gonçalo Silva. O jogo estava quente. O Sporting queria mandar, mas não conseguia. O Belenenses defendia-se bem e atacava sempre que podia, com perigo.

No minuto 12, Miguel Luís inventou um passe vertical que colocou Wendel na cara de Muriel. O brasileiro dominou mal e o lance perdeu-se. Aos 18’, Bas Dost atrapalhou a defesa adversária. A bola sobrou para Diaby, que, na área, tentou e não conseguiu fintar Muriel - afastou a bola com uma palmada eficaz. A resposta azul não se fez esperar. No minuto 28, Renan teve de sair rápido aos pés de Licá. No 31’, viu Fredy, isolado, acertar no poste, após um erro de passe de Acuña. O leão reagiu logo. Troca de bolas frente à área contrária entre Wendel e Nani, com o português a rematar rasteiro ao poste.

A segunda parte foi menos espetacular. Entrou melhor o Sporting, que marcou logo aos 57’. O lance foi construído com inúmeros passes no meio-campo, até que a bola chegou a Nani, que de imediato a passou a Diaby. O maliano fez um compasso de espera e abriu na direita para Bruno Gaspar chegar à área e rematar. A bola tabelou em Sasso e entrou na baliza de Muriel. Nesta altura já o Belenenses tinha desfeito a linha de cinco na defesa, passando a jogar com quatro elementos, mais um adiantado, o que abriu espaços ao opositor. Depois do golo, o Sporting refreou os ânimos e o Belenenses conseguiu alguns remates, fracos e à figura de Renan Ribeiro.

No minuto 80, nova jogada longa do Sporting. Gudelj fez o último passe para Miguel Luís, que, na área, atirou forte, a meia-altura, para o fundo das redes de Muriel. Nos últimos dez minutos, a equipa de Marcel Keizer tentou controlar, sem conseguir. O Belenenses cresceu, foi para o ataque e reduziu para 2-1, por Fredy, na recarga a um remate de Henrique que Renan defendeu, após boa jogada de Licá.

Com este triunfo, os leões recuperaram o segundo lugar na Liga, atrás do FC Porto e à frente do Sp. Braga e do Benfica.

ANÁLISE

MAIS
Primeira parte
Sporting e Belenenses protagonizaram uma grande primeira parte. Houve de tudo: vistosas jogadas ofensivas e muito trabalho no meio-campo e na defesa para evitar que os respetivos guarda-redes fossem buscar a bola ao fundo das redes.

MENOS
Diogo Viana e Acuña
Diogo Viana e Acuña foram os protagonistas de uma altercação que gerou uma enorme confusão, já no período de descontos, fora e dentro do relvado. Viram ambos o cartão amarelo, manchando assim um jogo que não foi violento.

ARBITRAGEM
Poucos erros
João Capela fez uma boa arbitragem. Cometeu alguns erros sem influência no resultado. O mais grave foi não ter assinalado um livre contra o Sporting, perto da área, e mostrar um cartão amarelo a Petrovic, por uma falta sobre Henrique.

"Ganhámos mas não jogámos bem"
Marcel Keizer não ficou satisfeito com a exibição do Sporting frente ao Belenenses, apesar da vitória, por 2-1, em Alvalade. "Não jogámos bem no primeiro tempo, mas ganhámos e estamos contentes por isso. Penso que não tivemos qualidade no passe e temos de melhorar isso. O Belenenses esteve muito bem organizado e tem um conjunto de jogadores que nos criaram problemas. Foram rápidos, fizeram bem a pressão e foi complicado para nós", disse o técnico holandês.

Nani e Wendel foram as grandes novidades em campo, mas Bruno Fernandes ficou de fora por castigo (suspenso por acumulação de amarelos). Questionado sobre se a ausência do médio condicionou o desempenho da equipa, Marcel Keizer respondeu: "Já tinha dito que os 11 jogadores titulares iam dar o seu melhor, mas claro que a equipa ia sentir a falta de Bruno Fernandes, porque é um grande jogador".

"Este foi Um jogo especial"
"Este foi um jogo especial para mim. Passei aqui muitos anos", disse André Santos, jogador do Belenenses que já representou o Sporting.




Ver comentários