Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Luís Figo espera que surto do coronavírus não afete o Euro2020 de futebol

Antigo jogador manifestou a expectativa de ver a seleção portuguesa revalidar o título europeu.
Lusa 6 de Março de 2020 às 14:11
Luís Figo
Luís Figo FOTO: Getty Images
O antigo internacional português Luís Figo espera que o surto de Covid-19 não venha a ter efeitos na organização do Euro2020 de futebol, manifestando ainda a expectativa de ver a seleção portuguesa revalidar o título europeu.

Em declarações à margem de um evento promocional relacionado com o próximo Campeonato da Europa, o atual conselheiro da UEFA admitiu a "preocupação" com a epidemia de Covid-19 provocada pelo novo coronavírus, que já levou ao cancelamento de diversos eventos desportivos, mas apelou à calma e lembrou que ainda "faltam três meses" para o arranque do torneio.

"Também estamos um pouco na expectativa do que as entidades competentes possam ditar em termos de um evento tão importante como o Europeu, ainda mais num formato que este ano festeja o 60.º aniversário da UEFA em 12 países diferentes. Ainda temos tempo até ao Euro. Há muitas opiniões, muita informação em relação ao vírus. Temos de aguardar um pouco e dar tempo a que se encontre uma solução para tudo isto", frisou.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou 3.385 mortos e infetou mais de 98 mil pessoas em 87 países e territórios, incluindo nove em Portugal. Das pessoas infetadas, mais de 55 mil recuperaram.

Além de 3.042 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas, São Marino, Iraque, Suíça, Espanha, Reino Unido e Países Baixos. Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou nove casos de infeção.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Já sobre as hipóteses da seleção portuguesa para o torneio, Luís Figo, de 47 anos, defendeu que Portugal "tem das melhores seleções a nível internacional", embora comece a competição no chamado "grupo da morte", ao lado das congéneres França, Alemanha e o vencedor de um dos jogos do play-off de apuramento.

"Temos um grupo difícil, mas, com a qualidade da seleção portuguesa e depois do último Europeu, acho que temos todas as condições para fazer um grande torneio. O objetivo de toda a equipa e de todos os portugueses é de que possamos repetir outro triunfo numa competição tão importante como o Euro", revelou.

A qualidade dos jogadores à disposição do selecionador nacional, Fernando Santos, foi igualmente enaltecida por Luís Figo, que considerou que o país "sempre trabalhou bem" ao nível da formação.

"Portugal sempre teve grandes talentos e continuará a ter. Esta é uma geração fantástica, que se tem traduzido em resultados importantes para Portugal, e acho que vai continuar a ser assim", observou o ex-futebolista, apesar de frisar que a "produção de talento não é automática" e que depende das diferentes gerações.

Luís Figo China Euro2020 Euro França Covid-19 Portugal desporto UEFA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)