Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Missão cumprida com sofrimento em Braga

Golo do triunfo arsenalista foi marcado no último dos 90 minutos de jogo, por Paulinho.
Abel Sousa 26 de Novembro de 2018 às 17:46
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Raúl Silva (Sp. Braga) controla a bola, durante o jogo de ontem com o Praiense
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Raúl Silva (Sp. Braga) controla a bola, durante o jogo de ontem com o Praiense
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Raúl Silva (Sp. Braga) controla a bola, durante o jogo de ontem com o Praiense
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
Braga vence Praiense com golo ao minuto 89'
O Sp. Braga foi o último clube a apurar-se para os oitavos de final da Taça de Portugal, depois de este domingo ter vencido o Praiense (Campeonato de Portugal) por 2-1. Um triunfo mais difícil do que era expectável, dada a diferença de potencial entre os dois clubes, e que só surgiu aos 89’.

Os minhotos, como se previa, pegaram no jogo logo no início e foram produzindo alguns momentos passíveis de concretização, diante de um Praiense bem arrumado defensivamente e a espreitar, sempre que possível, as transições. Ainda assim, e apesar de denotar paciência nos seus processos, ao Sp. Braga faltava alguma agressividade no último terço, pelo que a grande oportunidade da primeira parte até nasceu de um lance incomum, quando na sequência de um canto a bola desviada em Paulinho embateu na trave da baliza de Tiago Maia.

O segundo tempo abriu com o golo de João Novais que desbloqueava o problema arsenalista. O bom trabalho de Paulinho foi finalizado pelo médio, que colocou a sua equipa em vantagem. O golo fez com que o Sp. Braga adormecesse e o Praiense ameaçou o empate. Diogo Moniz obrigou Marafona a uma grande defesa e na sequência do canto a bola bateu no poste. Empate que chegou de grande penalidade aos 74’ por João Peixoto.

Os bracarenses tiveram novamente de puxar dos galões e Paulinho, de cabeça, deu o apuramento à sua equipa a um minuto dos 90.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)