Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Neymar garante aos adeptos que está no Paris Saint-Germain para "fazer história"

Jogador mais caro da história do futebol foi apresentado no Parque dos Príncipes.
Lusa 5 de Agosto de 2017 às 16:42
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
Neymar foi apresentado aos adeptos de PSG, mas ainda não pode jogar
O futebolista brasileiro Neymar, protagonista da mais cara transferência do futebol mundial, garantiu este sábado na sua apresentação aos adeptos do Paris Saint-Germain (PSG) que está no clube francês "para fazer história".

Neymar, que se tornou no futebolista mais caro de sempre ao trocar o FC Barcelona pelo PSG por 222 milhões de euros, foi recebido em euforia por milhares de adeptos no Parque dos Príncipes, antes do encontro com o recém-promovido Amiens, da primeira jornada da liga francesa.

"Paris é mágico", disse Neymar em francês, antes pedir o apoio dos adeptos e de entoar o grito que caracteriza a equipa: "Ici c'est Paris".

Depois de dirigir umas breves palavras aos adeptos, que o interrompiam com cânticos nos quais incluíam o seu nome, Neymar deu uma volta ao estádio, lançado balões juntamente com um grupo de crianças.

O futebolista brasileiro assiste ao encontro na bancada, porque o seu certificado internacional não deu entrada na Federação Francesa de Futebol antes da meia-noite de sexta-feira.

O presidente do PSG, o catari Nasser al Khelaifi, agradeceu ao jogador ter escolhido o clube parisiense, lembrando que, "a partir de agora, é tempo de trabalhar, porque há muitos troféus para conquistar".
Ver comentários