Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Rangers desmonta Sp. Braga de Amorim e elimina portugueses da Liga Europa

Tentativa de jogo pelas alas bem anulada pelo esquema montado pelo Rangers.
Secundino Cunha 27 de Fevereiro de 2020 às 08:37
Centrais do Sp. Braga incapazes de suster os golpes do Rangers
Centrais do Sp. Braga incapazes de suster os golpes do Rangers FOTO: José Gageiro/Movephoto
Quando, ao minuto 44, Matheus defendeu com estilo o remate de Hagi, da marca dos onze metros, os 13 mil que pintavam de vermelho as bancadas do Estádio Municipal de Braga pensaram que a segunda vida seria aproveitada e que a cambalhota na eliminatória seria uma realidade. Pura ilusão.

A segunda parte foi a cópia da primeira, com a agravante de, ao inverso do que ocorreu nos primeiros 45 minutos, o Rangers ter chegado ao golo, num contra-ataque magistralmente desenhado por Hagi e concretizado por Kent, o melhor em campo.

No jogo de ontem, o Sp. Braga precisava de vencer (perdera por 3-2 há uma semana) e a estratégia montada por Rúben Amorim passava por canalizar o jogo pelas alas e, dessa forma, abrir espaço na defesa adversária. Só que Steven Gerrard percebeu rapidamente o esquema e a equipa soube adaptar-se, tapando caminhos e explorando o contragolpe.

Para além de conquistarem mais oportunidades de golo, os escoceses foram extremamente eficazes, através de pressão alta, na anulação dos donos dos corredores: Esgaio pela direita e Sequeira pela esquerda.

O Sp. Braga disse adeus à Liga Europa, com derrotas fora e em casa. E se com Sá Pinto sorria na Europa e fazia cara feia no campeonato, com Rúben tem sido feliz cá dentro, mas demasiado macio ‘lá fora’.

ANÁLISE
Matheus
Kent, autor do golo do Rangers, foi o melhor em campo, mas o destaque vai para Matheus, guardião do Sp. Braga que, para além de ter defendido um penálti, evitou uma derrota mais pesada para a equipa minhota.

Raúl Silva
A turma bracarense esteve ontem vários furos abaixo do habitual e com nos nervos à flor da pele. O exemplo mais acabado disso mesmo foi a prestação de Raúl Silva. Fez o penálti e errou diversos passes.

Sem mácula
O sueco Andreas Ekberg teve uma noite tranquila em Braga e as decisões foram, na esmagadora maioria, acertadas. No lance mais polémico, o do penálti, apitou na hora e viu a indicação confirmada pelo VAR.

Bruno tenta ‘oitavos’
O United, de Bruno Fernandes e Dalot, procura passar esta quinta-feira em casa aos ‘oitavos’ da Liga Europa, depois do empate (1-1) com o Club Brugge na primeira mão. Tarefa mais fácil terá o Wolverhampton, a equipa mais portuguesa de Inglaterra, no campo do Espanhol, a quem venceu, 4-0, há uma semana. A Roma, orientada por Paulo Fonseca, atua em Gent, que derrotou (1-0) na primeira mão. Complicada será a tarefa do Olympiacos em Londres, ante o Arsenal. A equipa de Pedro Martins perdeu (0-1), na receção, em Atenas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)