Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Rúben Amorim quer mais agressividade para sofrer menos golos

Treinador leonino revela a receita para a equipa não sofrer tantos golos e sair com uma vitória de Vizela.
Mário Figueiredo 16 de Janeiro de 2022 às 01:30
Rúben Amorim
Rúben Amorim FOTO: José Gageiro/Movephoto
Temos de aumentar os níveis de agressividade da equipa para evitar sofrer tantos golos.” É esta a receita de Rúben Amorim para o jogo deste domingo (18h00, Sport TV2) com o Vizela, no qual o Sporting está proibido de perder pontos para manter a pressão sobre o líder FC Porto.

Para o treinador leonino, o segundo lugar é um desafio no crescimento da equipa, depois da derrota nos Açores com o Santa Clara (2-3): “É desconfortável, não pelo último resultado, porque pode acontecer, mas todos acabaram o jogo e sentiram que podiam ter dado mais. Agora é uma situação diferente. Temos de pensar jogo a jogo porque muito ainda vai acontecer. Temos de pensar no Vizela e não mais do que isso.”

A derrota com os açorianos, que deixou os leões no segundo lugar da Liga com menos três pontos do que o FC Porto, ainda pesa no grupo. “Todos os jogos são perigosos porque, se olharmos para a classificação, os nossos rivais estão fortes e perdem poucos pontos, tal como nós. Só nos resta vencer e jogar melhor. Temos de ser mais agressivos do que no jogo com o Santa Clara”, disse o técnico, acrescentando: “Olhámos para o Vizela, mas também para aquilo que temos de melhorar. Sofremos tantos golos em duas jornadas como nas outras todas e isso é algo que temos de analisar.”

Para Amorim, as derrotas ajudam a chamar a atenção para estes desequilíbrios. “Tivemos uma desvantagem maior para o primeiro classificado ainda este ano, com jogos da Liga dos Campeões a meio, e soubemos dar a volta a isso com empenho e agressividade.”

Na partida que marca o arranque da 2ª volta, Rúben Amorim lembrou as diferenças do jogo inaugural: “Espero um jogo difícil. Em relação ao jogo da primeira jornada, o Vizela está melhor. Já não é a estreia deles na Liga. Fizeram bons jogos e a equipa cresceu, assim como cresceu também o Sporting.”

Mas o treinador leonino acredita que vai haver espetáculo: “Jogamos de uma forma diferente em certos aspetos. Espero um jogo ainda melhor do que aqui em Alvalade [triunfo leonino por 3-0 com um bis de Pote e um golo de Paulinho], mas que tenha a vitória do Sporting.”

Amorim não esconde a necessidade da equipa conquistar os três pontos, até porque a seguir recebe o Sp. Braga: “Precisamos de vencer. É a nossa obrigação para manter a nossa posição e pressionar os rivais que podem perder pontos.”
Santa Clara Rúben Amorim Sporting Sport TV2 Vizela Liga dos Campeões FC Porto desporto futebol
Ver comentários