Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Seleção Nacional vence Suécia sem Ronaldo

Diogo Jota substituiu Cristiano Ronaldo e teve uma noite mágica, com dois golos e uma assistência.
Mário Figueiredo 15 de Outubro de 2020 às 09:26
Diogo Jota fez desta forma o segundo golo de Portugal
Fernando Santos
Diogo Jota fez desta forma o segundo golo de Portugal
Fernando Santos
Diogo Jota fez desta forma o segundo golo de Portugal
Fernando Santos
Portugal derrotou esta quarta-feira a Suécia em Alvalade, por 3-0, num jogo em que Diogo Jota substituiu Cristiano Ronaldo e brilhou com dois golos e uma assistência. Não houve CR7, mas houve um DJ21.

Fernando Santos mexeu na equipa e colocou João Cancelo no lugar de Nélson Semedo e Diogo Jota teve a responsabilidade de substituir Cristiano Ronaldo, que acusou positivo à Covid-19. Portugal entrou órfão de CR7, mas nunca esteve órfão de criatividade e golos. Aliás, a aposta do selecionador nacional cedo se revelou ganha. Primeiro foi Cancelo a cruzar para um cabeceamento de William Carvalho ao poste (4’), numa altura em que os suecos estavam mais fortes.

Depois foi a vez de Diogo Jota justificar a sua escolha. Primeiro ao assistir Bernardo Silva (21’) no 1-0 e depois foi ele próprio a marcar (44’), após assistência de Cancelo. Pelo meio, Berg ainda atirou com estrondo ao poste da baliza de Patrício.

Na etapa complementar, os suecos voltaram a entrar melhor. Mas as pretensões de chegarem ao golo esbarraram em Rui Patrício. O guarda-redes português travou várias oportunidades de golo a Berg, Lindelof e Kulusevski.

Sempre que Portugal acelerava um pouco encostava os suecos às cordas. João Félix ainda desperdiçou uma ocasião soberana quando na cara do guarda-redes Olsen rematou por cima, após ter sido isolado por Bruno Fernandes. Mas a noite era de Diogo Jota, um DJ21 que deu música, no terceiro golo. Fez um slalom pela defesa sueca e rematou para um golão.
Ver comentários