Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Sérgio Conceição admite que "ganhar a Taça é o segundo objetivo" dos dragões

Campeonato é a principal meta dos portistas mas esta competição também interessa, fez saber o treinador.
Paulo Jorge Duarte 19 de Dezembro de 2019 às 08:16
Sérgio Conceição continua em total silêncio sobre o caso da alegada agressão no túnel do Estádio Nacional
Pinto da Costa acredita no título
João Henriques diz-se tranquilo
Sérgio Conceição continua em total silêncio sobre o caso da alegada agressão no túnel do Estádio Nacional
Pinto da Costa acredita no título
João Henriques diz-se tranquilo
Sérgio Conceição continua em total silêncio sobre o caso da alegada agressão no túnel do Estádio Nacional
Pinto da Costa acredita no título
João Henriques diz-se tranquilo
Não desvalorizando a Taça da Liga, que está cada vez mais bem organizada e nos últimos anos tem subido de nível, a Taça de Portugal é um objetivo dentro das provas internas". A hierarquização das metas do FC Porto foi esta quinta-feira revelada por Sérgio Conceição durante a antevisão da partida de hoje com o Santa Clara (19h15), referente aos oitavos de final da chamada prova rainha.

"Se quisermos classificar as prioridades, surge o campeonato nacional, a Taça de Portugal e depois a Taça da Liga, uma competição que ainda não conquistámos", reforçou o técnico. "A Taça de Portugal é fantástica por causa disso, gosto muito desta prova, já o disse mais do que uma vez. Se calhar tenho de dizer que não gosto para ter uma sorte diferente no final. É uma prova bonita, fecha o ano desportivo de uma forma fantástica, num estádio como o Jamor", rematou Sérgio Conceição.

Para chegar à final, os dragões têm de eliminar primeiro a equipa de João Henriques. "O Santa Clara é uma equipa consistente, com os processos bem definidos. É verdade que atravessa um ciclo menos bom, mas olhamos para a sua equipa e o seu treinador e vemos alguém com uma base sólida naquilo que é a I Liga, é sempre uma equipa chata de defrontar", revelou Sérgio Conceição.

O FC Porto não deverá aproveitar o mercado de inverno para reforçar a equipa. "O plantel dá-me garantias para competir da melhor forma em todas as competições. Penso que não haverá reajustes", disse o treinador.

Sobre a alegada agressão ao técnico Pedro Ribeiro no intervalo do jogo entre os portistas e o Belenenses... Sérgio Conceição manteve-se, novamente, em silêncio.

Em caso de triunfo, Conceição atinge a 100ª vitória ao serviço do FC Porto, algo que só três treinadores conseguiram: Pedroto (214), Artur Jorge (187) e Jesualdo Ferreira (125).

"O boi vai parar ao matadouro"
Pinto da Costa considera o alegado soco dado por Sérgio Conceição ao treinador do Belenenses, Pedro Ribeiro, um "fait diver". "Ainda não se descobriu quem é o boi. Mas, quando se descobrir, vai parar ao matadouro", disse o presidente do FC Porto, num jantar em que manifestou o desejo de se recandidatar (anúncio oficial só em 2020). Pinto da Costa acredita no título, mas há "imponderáveis" que a equipa não pode controlar.

Santa Clara quer limpar imagem
Dignificar o clube e limpar a imagem deixada no último jogo, derrota (0-4), em Ponta Delgada, com o Sporting, é o objetivo do Santa Clara para o jogo desta tarde (18h15, no Estádio do Dragão, ante o FC Porto). Para tal, o técnico dos açorianos, João Henriques, quer uma equipa organizada e competente para "discutir a eliminatória" com um adversário "supercompetente".

Os insulares alcançaram apenas um triunfo (ante o Leixões e também para a Taça de Portugal) nos últimos oito jogos, mas João Henriques não sente o lugar em risco. "No clube acreditam todos no trabalho e no grupo".
Ver comentários