Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Sérgio Conceição: "É muito difícil mas somos o FC Porto"

Nunca os portistas deram a volta após derrota na Alemanha. Sérgio diz que o clube está habituado a tarefas complicadas.
Sérgio Pereira Cardoso 27 de Fevereiro de 2020 às 08:28
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição
O facto de os dragões nunca terem dado a volta a uma eliminatória depois de uma derrota na Alemanha não esmorece Sérgio Conceição. "É extremamente difícil, mas somos o FC Porto e estamos habituados a isto, a estas lides", atira o treinador, entre muitos elogios ao Bayer.

"Podíamos ter feito mais na primeira mão, nomeadamente na primeira parte, mas isso tudo foi trabalhado", sublinhou, parecendo inclinado para juntar um terceiro jogador no miolo do terreno, até pela habitual posse de bola elevada dos alemães. 


Quatro atletas (Manafá, Corona, Marcano e Alex Telles) e o próprio técnico estão à bica de exclusão em caso de amarelo. "Não vamos olhar par isso. Eu também estou em risco e não vou estar no banco de uma forma menos efusiva", garantiu.

Conceição falou ainda sobre o inquérito por insultos racistas de adeptos portistas a um atleta do Moreirense: "Tudo o que seja para banir essa gente do futebol... Abram-se todos os inquéritos. Não fazem parte do futebol, nem da sociedade."

Já Marchesín assumiu estar a viver "um sonho" ao substituir Iker Casillas e abordou o penálti repetido da primeira mão. "Tenho de respeitar a decisão. Mas creio que nem um centímetro me adiantei", frisou.
Sérgio Conceição Alemanha FC Porto Bayer desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)