Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Sérgio Conceição eleito melhor treinador da I Liga de futebol

Corona, também dos dragões, recebeu o galardão de melhor jogador.
Lusa 28 de Agosto de 2020 às 21:43
Sérgio Conceição fez a ‘dobradinha’, juntando a Taça de Portugal à Liga
Sérgio Conceição fez a ‘dobradinha’, juntando a Taça de Portugal à Liga FOTO: Bruno Teixeira Pires
Sérgio Conceição (FC Porto) foi esta sexta-feira eleito melhor treinador da I Liga portuguesa de 2019/20 e Corona, também dos 'dragões', recebeu o galardão de melhor jogador, anunciou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O técnico campeão nacional pelos 'azuis e brancos' superou João Pedro Sousa (Famalicão) e Carlos Carvalhal (Rio Ave) nas escolhas dos treinadores e capitães da I Liga, enquanto Corona bateu a concorrência do companheiro de equipa Alex Telles e de Pizzi (Benfica).

Os vencedores, anunciados na cerimónia do sorteio dos campeonatos profissionais de 2020/21, que decorreu em Vila Nova de Gaia (Porto), sucedem a Bruno Lage e Bruno Fernandes, vencedores dos mesmos prémios na última temporada ao serviço de Benfica e Sporting, respetivamente.

Numa cerimónia em que, por questões de segurança, devido à pandemia de covid-19, nenhum dos jogadores nomeados ou eleitos marcou presença, Corona reagiu ao prémio de melhor jogador através de videoconferência.

"O mais importante foi o que conseguimos como equipa. Trabalhámos muito durante a época, toda a gente trabalhou muito, mas nós merecíamos mais", disse o avançado do FC Porto.

Ainda no plano individual, Carlos Vinícius (Benfica), autor de 19 golos na I Liga em 2019/20, recebeu o prémio de melhor marcador da competição, batendo o companheiro de equipa Pizzi e também Taremi (Rio Ave) no critério de desempate do menor número de minutos disputados.

Marchesín (FC Porto) recebeu o prémio de melhor guarda-redes, enquanto Pedro Gonçalves (Famalicão) e Daniel Bragança (Estoril Praia), ambos ao serviço do Sporting na nova época, foram eleitos os melhores jogadores jovens (menos de 23 anos) da I e II Liga, respetivamente.

O pontapé de bicicleta de Zé Luís (FC Porto) na receção dos 'dragões' aos Paços de Ferreira, na 12.ª jornada da I Liga, foi eleito pelos adeptos como o melhor golo da época, enquanto, no capítulo do 'fair-play', Pawel Kieszek (Rio Ave) foi o distinguido no plano individual e o Gil Vicente no coletivo.

Na equipa do ano, o campeão FC Porto dominou com cinco jogadores no 'onze' escolhido por treinadores e capitães, que elegeram Marchesín (FC Porto), Ricardo Esgaio (Sporting de Braga), Pepe (FC Porto), Ruben Dias (Benfica), Alex Telles (FC Porto), Pedro Gonçalves (Famalicão), Otávio (FC Porto), Pizzi (Benfica), Taremi (Rio Ave), Corona (FC Porto) e Paulinho (Sporting de Braga).

Em ano de pandemia de covid-19, que motivou a interrupção das competições profissionais em março e a sua retoma sem público nas bancadas, a partir de junho, a Liga de clubes distinguiu a Direção-Geral da Saúde com o Prémio Mérito, recebido por Graça Freitas.

Simbolicamente, foi também agraciada com um prémio especial a presidente da Associação Portuguesa de Defesa do Adepto, Martha Gens.

Nos prémios da Liga destacou-se ainda a atribuição do Prémio Prestígio a Valentim Loureiro, presidente do Boavista entre 1978 e 1997 e primeiro presidente da Liga de clubes, entre 1989 e 1994.

Ver comentários