Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Sp. Braga ataca Frederico Varandas por causa da final Taça da Liga

Minhotos criticam líder leonino pelo “insulto”, o “ataque” e a “falta de educação dirigida a jogadores, treinadores e dirigentes”.
Ricardo Tavares 28 de Janeiro de 2021 às 08:51
Frederico Varandas (a agarrar na máscara) volta a ser criticado pela direção de António Salvador (com máscara branca)
Frederico Varandas (a agarrar na máscara) volta a ser criticado pela direção de António Salvador (com máscara branca) FOTO: MovePhoto
O Sp. Braga voltou ontem a atacar Frederico Varandas, presidente do Sporting. Os bracarenses apontam, também, o dedo à equipa de arbitragem da final da Taça da Liga, que perderam (0-1) com os leões, e ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

Os minhotos criticam os leões pelos insultos e "falta de educação" no momento de celebrarem, em Leiria, a conquista do troféu. "Quando o ‘exemplo’ vem de cima, manifestado antes, durante e depois do jogo em plena tribuna presidencial... não se pode esperar mais do que isto", pode ler-se na newsletter oficial dos bracarenses, numa referência ao presidente sportinguista, que já tinha sido criticado pelo homólogo arsenalista, António Salvador, logo após a final da Taça da Liga.

"Compreendemos a felicidade, pois também nós a queríamos sentir. No entanto, o que não é compreensível nem aceitável é que não haja respeito pelo adversário, ao ponto das primeiras reações se focarem no insulto, no ataque e na falta de educação dirigida a jogadores, treinadores e dirigentes do Sp. Braga", referem os minhotos, que também não poupam a equipa de arbitragem chefiada por Tiago Martins, que expulsou Rúben Amorim e o treinador do Sp. Braga, Carlos Carvalhal. A exibição do juiz lisboeta foi "paupérrima".

Segundo o relatório do árbitro, Carvalhal "respondeu à provocação", razão pela qual os bracarenses dizem que, "para memória futura, a diferença entre a falta de educação e respeito de uns e a defesa da honra de outros está em cerca de 300 euros. Justiça também é coisa que no nosso futebol se encontra pelas ruas da amargura." O Conselho de Disciplina multou o treinador do Sporting em 1020 euros e o técnico do Sp. Braga em 714 euros.
O Sporting diz ao CM que este assunto lhe "passa ao lado".
Ver comentários