Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Sporting ataca Luís Filipe Vieira

Dirigente benfiquista foi acusado de “falta de cultura democrática” por não ir a debates.
Ricardo Tavares 21 de Outubro de 2020 às 08:34
Luís Filipe Vieira
Miguel Braga, responsável pela Comunicação leonina, diz que o comportamento do dirigente benfiquista deve dar vontade de chorar
Luís Filipe Vieira
Miguel Braga, responsável pela Comunicação leonina, diz que o comportamento do dirigente benfiquista deve dar vontade de chorar
Luís Filipe Vieira
Miguel Braga, responsável pela Comunicação leonina, diz que o comportamento do dirigente benfiquista deve dar vontade de chorar

O Sporting atacou o presidente do Benfica pela voz do seu responsável para a Comunicação. Miguel Braga fala, inclusive, em falta de cultura democrática.

Luís Filipe Vieira usou o nome do Sporting para explicar a razão pela qual não aceita debater com os restantes candidatos às eleições do Benfica, agendadas para o dia 30 deste mês. "Esses debates deram-me gozo. Não quero essa palhaçada no meu clube. O que se viu foi o riso nacional", afirmou Luís Filipe Vieira, domingo, na RTP 3.

"Falou de riso nacional... Acho que, em vez de ser um riso nacional, o que dá vontade de chorar é ver a falta de cultura democrática de certas pessoas ligadas ao futebol português. Quem não quer debater com os seus adversários revela essa falta de cultura democrática", disse Miguel Braga na Sporting TV, acrescentando: "Atacar o Sporting por esse ponto só dá vontade de chorar. Não de rir".

Braga,a propósito do polémico clássico de sábado com os portistas em que o árbitro reverteu duas decisões – um penálti a favor dos leões e a expulsão do dragão Zaidu –, foi irónico: "Os jogadores do FC Porto estão habituadíssimos a dar toques com a intensidade necessária".

Sporting TV Miguel Braga Luís Filipe Vieira Benfica Braga desporto futebol sporting
Ver comentários