Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

"Temos de aceitar as condições e ir à luta": Sérgio Conceição confiante numa vitória frente ao Sporting

Mesmo com quatro jogadores infetados, treinador do FC Porto assume vontade de ganhar para chegar à final.
João Moniz 19 de Janeiro de 2021 às 01:30
Sérgio Conceição
Sérgio Conceição FOTO: MovePhoto
"Não são as condições ideais para se jogar uma Taça da Liga, mas temos de aceitar e ir à luta", afirmou esta segunda-feira Sérgio Conceição. A antevisão do treinador do FC Porto à meia-final de hoje (19h45) frente ao Sporting ficou marcada pelo tema da Covid-19, depois de Sérgio Oliveira, Luis Díaz e Evanilson se terem juntado a Otávio na lista de futebolistas infetados, logo indisponíveis para o clássico.

"Gostaria de contar com todos os jogadores, vamos com os que estão. Disse antes do último jogo que estava dependente da zaragatoa e é isso mesmo. Quando definimos algo e nos dizem na véspera que não podemos contar com três elementos, dois deles titulares, fica mais difícil", admitiu o técnico portista, que deixou vincada a sua opinião: "A Covid não é um problema só do futebol. Em Portugal estamos a sofrer e a facilitar um pouquinho neste sentido. Dentro do que é o nosso dia a dia estamos tranquilos, mas os jogadores têm uma vida fora daqui. Passamos a mensagem que tem de haver uma responsabilidade grande fora do espaço profissional, mas isto está tão difícil que mesmo com todos os cuidados os jogadores acabam por ser afetados."

E a pandemia não é a única condicionante que os dragões enfrentam: "Gostaria de ter mais tempo para preparar o jogo, o calendário é muito apertado, estamos em todas as competições. O clima também não é fácil, ainda esta segunda-feira foi adiado mais um jogo [o V. Guimarães-Farense passou para 17 de fevereiro devido ao gelo no relvado]. São campos difíceis, como foi o nosso com o Nacional, que exigem mais dos jogadores, temos receio pelas lesões. Depois, quando existe uma agressividade extrema que pode contribuir para que um jogador possa ficar de fora... Temos de andar para a frente, estamos limitados, não temos todos os jogadores disponíveis, mas vamos encarar o jogo para ganhar, de modo a estarmos na final de sábado."

Quanto ao adversário, Sérgio Conceição salientou que "é fácil de interpretar a forma como o Sporting joga", mas "difícil de contrariar quando não se está bem": "Já falei com os meus jogadores, eles sabem o que lhes pedi para este jogo."

Nova crítica ao Benfica
"Pelo que vi, o ambiente no rival depois de empatar, e de continuar atrás de nós, foi de ganhar uma Champions. Ou melhor, passar a pré-eliminatória de uma Champions", afirmou Sérgio Conceição quando questionado se mantinha a sua análise ao clássico com as águias. O clube da Luz falhou a qualificação para a Champions, em setembro, no primeiro jogo de Jorge Jesus após regressar à Luz.
Ver comentários