Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Milhares a vibrar com o Rali de Portugal

15 mil pessoas de manhã em Paredes e mais 22 mil ao final da tarde em Coimbra. Belga Thierry Neuville está na frente.
Cláudio Constantino 20 de Maio de 2022 às 09:45
Enchente para ver o aquecimento na antiga pista de ralicross em Paredes
Enchente para ver o aquecimento na antiga pista de ralicross em Paredes FOTO: Luís Vieira
Cerca de 15 mil pessoas encheram, esta quinta-feira, a antiga pista de ralicross em Paredes para assistirem ao ‘shakedown’ (aquecimento) de Baltar da 55ª edição do Rali de Portugal, quarta prova do Campeonato do Mundo.

Elfyn Evans, britânico da Toyota Yaris, foi o mais rápido no aquecimento. O piloto percorreu em 2.56,1 minutos os 4,55 quilómetros do troço desenhado em Baltar (Porto), que não conta para efeitos de classificação. Armindo Araújo (Skoda Fábia) foi o melhor português, com o 26.º tempo, tendo feito o circuito em 3.09,3 minutos, seguido de Ricardo Teodósio (Skoda Fábia), com o tempo de 3.09,7 minutos.

Já ao final da tarde, em Coimbra, e perante mais de 22 mil pessoas, disputou-se uma etapa superespecial, que deu arranque à parte competitiva do Rali. O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai i20) foi o mais rápido. Terminou os 2,82 quilómetros da especial desenhada na cidade dos estudantes, em 2.37,9 minutos e já lidera a prova. Em segundo ficou o estónio Ott Tanak (Hyundai i20), a 0,6 segundos do belga.

O líder do campeonato à partida desta prova, o finlandês Harri Rovanperä (Toyota Yaris), foi sexto, a 2,7 segundos, enquanto o francês Sébastien Loeb (Ford Puma) foi oitavo, a 3,4 segundos.

Esta sexta-feira disputam-se oito especiais, incluindo a superespecial desenhada em Lousada, que se vai realizar às 19h03 horas.
Paredes Toyota Yaris Baltar Skoda Fábia Hyundai desporto desportos motorizados ralis
Ver comentários
}